Guto ‘minimiza’ má fase do Bahia e prega tranquilidade: “O futebol é assim”

Ele pediu pés no chão e cabeça erguida para tentar a reabilitação diante do Brusque, em Santa Catarina.

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia / Divulgação

O Esporte Clube Bahia voltou a fracassar e na tarde deste sábado foi derrotado pelo Novorizontino por 1 a 0, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O gol foi marcado pelo meia Diego Torres, aos 42 minutos do segundo tempo. Com o revés, o Bahia segue com 25 pontos na 3ª colocação, porém, se distancia de Cruzeiro e Vasco, e pode ver o Sport (primeiro fora do G-4) diminuir a distância para apenas 2 pontos na rodada. Em entrevista após a partida, o técnico Guto Ferreira reconheceu a atuação ruim do time, mas minimizou o momento complicado e pregou tranquilidade para encerrar jejum de triunfos.

 

“[Faltou] botar para dentro, né? (risos). Conseguir ter chances mais evidentes das que nós tivemos. A bola atravessou a área, faltou um pé. Chutamos desequilibrados, sem força. Detalhes de bolas que entraram em outras partidas e hoje não entrou. Mas não fizemos um grande jogo e temos que admitir isso”, afirmou na entrevista coletiva.

“O que eu vou colocar, não pode ser usado como desculpa. Eles vieram de semana cheia e nós jogamos a Copa do Brasil uma partida extremamente intensa. Até 39, 40 minutos do primeiro tempo, tínhamos o predomínio do jogo. Depois fomos caindo, caindo, caindo. Reequilibramos um pouco com as trocas, mas tomamos o gol no final, porque ele também fez as trocas dele. Infelizmente acabamos perdendo a partida”, comentou.

“O futebol é assim, quando a gente vinha de sete triunfos em casa seguidos e agora temos três derrotas seguidas, sendo uma de Copa do Brasil. A mesma tranquilidade que a gente estava, temos que ter agora. Porque não está tudo errado agora e nem estava tudo certo naquela época. E eu sempre colocando os pés no chão. Agora também temos que ter os pés no chão e mais do que isso, cabeça erguida para buscar a recuperação fora de casa”, falou.

Deixe seu comentário!

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*