Dos oito rebaixamentos do Vitória, seis aconteceram no Barradão

Estádio Manoel Barradas sediou as quedas do Leão da Barra em 2004, 2005, 2010, 2014, 2018 e 2021

Vitória x Vila Nova, pela 38ª rodada da Série B 2021.

Com 122 anos de fundado, o Esporte Clube Vitória escolheu o Estádio Manoel Barradas (Barradão) como o palco de seus marcos na história do futebol brasileiro. Contudo, apesar de sediar vários títulos e jogos marcantes do Leão da Barra, o Barradão hospedou também diversos momentos tristes da torcida rubro-negra. Somente na atual temporada, os milhares de torcedores assistiram a eliminação da Pré-Copa do Nordeste 2022 e do Campeonato Baiano 2021, e o rebaixamento à Série C do Campeonato Brasileiro 2022.

 

Nesse sentido, um fato ainda mais trágico assusta o repertório do estádio: a quantidade de quedas do clube. Ao todo, o Vitória sofreu seis dos oito rebaixamentos de sua história no Estádio Manoel Barradas. Somente nos anos 1982 e 1991, os rebaixamentos ocorreram na Fonte Nova, já que em 2004, 2005, 2010, 2014, 2018 e 2021 todos aconteceram no Barradão.

Acima de tudo, no primeiro rebaixamento, há 17 anos, o Leão caiu após completar 12 temporadas seguidas disputando a elite do futebol nacional. Na ocasião, quem fez a vítima foi a Ponte Preta, que bateu o time baiano, por 2 a 1.

Um ano depois, o Rubro-Negro viu nascer a disputa da Terceira Divisão, à época, a última etapa do futebol nacional. O jogo ainda ficou marcado pelo empate com a Portuguesa, por 3 a 3, mas que, no entanto, de nada serviu, já que o CRB marcou dois tentos diante do Criciúma após o apito final no Barradão, sacramentando o rebaixamento do Vitória.

Por fim, apesar do mais recente rebaixamento, um dos marcantes na história do clube pode ser nomeado como: 2018. Após encerrar a temporada anterior àquele ano com revés para o Flamengo, em solo baiano, com direito a um gol do Fla nos acréscimos, o Leão contou com a ‘parceria’ da Chapecoense que, diante do Coritiba, marcou um gol nos acréscimos, livrando o Vitória do rebaixamento. Todavia, a estratégia da gestão desandou no ano posterior, quando a mesma Chape empatou com o Corinthians, se garantiu no Brasileirão e empurrou o Rubro-Negro para a Segundona.

Deixe seu comentário!

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. Volante do Flu diz ter carinho pelo Bahia e lamenta situação do futebol baiano
  2. Bahia 2 x 0 Fluminense: Veja o gol a pintura de Gilberto na Fonte Nova

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*