Sob protestos e com muros pichados, Palmeiras se prepara para enfrentar o Bahia

Palmeiras visita o Bahia nesta terça-feira, às 21h30, na Arena Fonte Nova

Foto: Felipe Zito

Próximo adversário do Bahia, em duelo marcado para terça-feira, às 21h30, na Arena Fonte Nova, pela 26ª rodada do Brasileirão, o Palmeiras se reapresentou na Academia de Futebol neste domingo, após a derrota por 4 a 2 para o Red Bull Bragantino. Tirando os jogadores que atuaram por mais de 45 minutos na partida, o restante do elenco foi a campo para treino de balanços, transições, construções de jogadas, além de um exercício em espaço reduzido. Mayke, Marcos Rocha, Danilo e Zé Rafael, todos lesionados, seguiram seus cronogramas de tratamento. Nesta segunda, o Verdão realiza o último treino antes da viagem para Salvador.

 

Sem vencer há quatro jogos na Série A, o Palmeiras chega pressionado para enfrenta o Bahia. Após a segunda derrota seguida no Brasileiro, os muros do Allianz Parque foram pichados com frases de: “Elenco vagabundo”, “Salário de G-4, futebol de Z-4”, “Mauricio Banana” (xingando o presidente Mauricio Galiotte), “Abel, seu vizinho tem razão, honre sua palavra” e “Diretoria omissa”.

Finalista da Copa Libertadores, com a final marcada para o dia 27 de novembro em Montevidéu, no Uruguai, o Palmeiras ocupa o terceiro lugar na classificação do Campeonato Brasileiro, com 39 pontos, e corre o risco de deixar o G4.

 

Deixe seu comentário!

1 Trackback / Pingback

  1. Danilo Fernandes assume titularidade com Guto, se destaca e recebe elogios

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*