Bahia domina no 1º tempo, sofre no 2º, e só empata com o Santos na Vila

Bahia enfrenta agora o Red Bull Bragantino no próximo sábado (18), às 21h

Foto: Fernanda Luz/AGI

Em duelo com dois tempos distintos, o Esporte Clube Bahia ficou apenas no empate em 0 a 0 com o Santos na noite deste sábado (11), na Vila Belmiro, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Escalado com apenas um volante e quatro gringos no ataque, com destaque para o estreante Eugênio Isnaldo, o Esquadrão fez um excelente primeiro tempo, criando (e desperdiçando) boas chances para abrir o placar, porém, no segundo teve uma queda vertiginosa de rendimento, sofreu com a falta de criatividade do ataque tricolor e ainda com a enorme pressão do time paulista, mas conseguiu segurar o ponto fora de casa. O resultado não ajudou nenhum dois times, que seguem próximos da zona de rebaixamento.

 

Com o resultado, o Bahia chegou aos 22 pontos e subiu para o 15º lugar, passando o São Paulo que também tem 22 e joga neste domingo contra o Fluminense, às 20h30, no Maracanã. Já o Santos, que agora não vence há seis rodadas, é o 13º colocado com 23 pontos. Porém, o Esquadrão fica apenas um ponto acima da zona de rebaixamento, já que o América-MG venceu o o Athletico-PR e contabiliza 21 pontos no 17º lugar.

O Bahia foi superior ao Santos no primeiro tempo, e apesar da menor posse de bola (62% x 38%), finalizou sete vezes contra zero do adversário. Porém, faltou eficiência na conclusão das jogadas para tirar o zero do placar na etapa inicial. Com menos de um minuto, Lucas Mugni arriscou o chute, e o goleiro João Paulo defendeu. O Isnaldo mandou finalização perigosa por cima. Rodallega arriscou de fora da área. Mas a principal oportunidade foi com o atacante Gilberto, que recebeu excelente passe de Rodallega, saindo cara a cara com o goleiro, mas demorou na tomada de decisão e mandou de esquerda, fraco e fácil para o zagueiro tirar quase em cima da linha.

No segundo tempo, o Santos voltou melhor e aos 7 minutos quase abriu o placar em finalização perigosa de Carlos Sánchez para excelente defesa de Mateus Claus. Com o Bahia muito mal em campo e Peixe encontrando mais espaços e pressionando, o técnico Diego Dabove resolveu mexer tirando Lucas Araújo e Isnaldo para as entradas de Patrick e Raniele. Rodriguinho, Luizão e Matheus Bahia também entraram no segundo tempo. O camisa 10 teve a melhor chance do Bahia nos acréscimos, mas perdeu quase debaixo das traves após passe de Rodallega.

Agora o Esporte Clube Bahia terá mais uma semana de preparação até o próximo compromisso. O Esquadrão só volta a campo no próximo sábado (18), às 21h, para enfrentar o Red Bull Bragantino, em duelo que deve marcar o retorno do Tricolor à Arena Fonte Nova, que estava servindo como hospital de campanha no combate ao Covid-19, mas já vem sendo desmobilizado. Já o Santos tem compromisso na terça-feira (14), às 21h30, para enfrentar o Athletico-PR, na Vila Belmiro, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil. Na ida, o Furacão venceu por 1 a 0.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 0 X 0 BAHIA
BRASILEIRO DA SÉRIE A (20ª RODADA)

LOCAL: Vila Belmiro, em Santos (SP)
DATA E HORA: 11/09/2021 (sábado), 21h
ÁRBITRO: Paulo Cesar Zanovelli (MG)
ASSISTENTES: Guilherme Dias Camilo e Felipe Alan Costa de Oliveira (ambos de MG)
VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG)

SANTOS
oão Paulo; Pará, Robson (Danilo Boza), Wagner Leonardo e Felipe Jonatan; Camacho, Carlos Sánchez e Gabriel Pirani (Jean Mota); Marcos Guilherme (Marinho), Lucas Braga e Léo Baptistão (Raniel). Técnico: Fábio Carille.

BAHIA
Mateus Claus; Nino Paraíba, Conti, Luiz Otávio e Juninho Capixaba; Lucas Araújo (Patrick), Mugni (Matheus Bahia), Óscar Ruiz (Luizão) e Isnaldo (Raniele); Rodallega e Gilberto (Rodriguinho). Técnico: Diego Dabove.

 

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*