Rodriguinho atribui derrota a ‘erros individuais’ e reclama da arbitragem

"Existem partidas que a gente acaba perdendo por erros individuais", disse.

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

O Esporte Clube Bahia deu adeus à Sul-Americana. Na noite desta quarta-feira (26), o Esquadrão foi derrotado pelo Montevideo City Torque, pelo placar de 4 a 2, no Estádio de Pituaçu. O Esquadrão teve dois jogadores expulsos (Matheus Bahia no primeiro tempo e Conti no início do segundo). Thonny Anderson e Nino Paraíba marcaram os gols do Bahia, enquanto Pizzichillo, Scotto, Allende e Guzmán anotaram para o Torque que também teve seu goleiro expulso na etapa final. Após a partida, o meia Rodriguinho lamentou a derrota, citou erros individuais e reclamou da arbitragem.

 

“A gente sabia que seria difícil. O Independiente é uma excelente equipe e pegou o Guabirá. Começamos fazendo o que estávamos dispostos, tanto que conseguimos fazer o primeiro gol. Depois nos complicamos, tivemos um jogador expulso. Ainda tivemos força para reagir. A equipe demonstra um poder de reação, mas com uma arbitragem complicada… Existem partidas que a gente acaba perdendo por erros individuais e precisamos ter um pouco mais de atenção nas partidas.”, disse.

O próximo compromisso do Esporte Clube Bahia é no sábado (29), às 20h, diante do Santos, no Estádio Metropolitano de Pituaçu, pela estreia do Campeonato Brasileiro da Série A. Três dias depois, na terça-feira, o Esquadrão encara o Vila Nova, às 16h30, no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia, pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*