Ex-zagueiro do Bahia comemora retorno ao futebol brasileiro

Titi, com passagem pelo Bahia, estava atuando no futebol turco

Karim Georges / Fortaleza EC

Depois de um longo período de negociação, finalmente o zagueiro Titi se apresentou ao Fortaleza, sendo um dos reforços do time para o Campeonato Brasileiro da Série A, previsto para começar no dia 30 com o Leão do Pici enfrentando na primeira rodada o Clube Atlético Mineiro, em Minas Gerais. O defensor passou pelo Esporte Clube Bahia no período de 2011/2015 atuando em 262 partidas e marcando 10 gols. Deixou o clube em 2015 indo atuar no futebol da Turquia onde defendeu Kasimpasa, Bursaspor e Göztepe. O jogador, que assinou contrato com o Fortaleza até 2022, comorou o retorno ao futebol brasileiro e disse estar alegre em vestir a camisa do Tricolor Cearense.

 

“Para mim, é uma alegria poder estar falando e já vestindo a camisa do Fortaleza. É motivo de muita alegria mesmo poder estar retornado ao futebol brasileiro, para uma grande instituição, que é o Fortaleza. Trago comigo muita experiência do futebol europeu, a vivência de uma outra cultura, outra língua, de uma forma diferente de ver o futebol. Mas é claro que trago também a certeza de que fiz uma escolha acertada, não só para mim, mas para minha família também. Muito feliz por esse momento de poder estar retornando ao Brasil, retornando para casa. Espero trazer e acrescentar ao clube toda a minha experiência, toda a minha vivência dentro do futebol, não só brasileiro, mas europeu”, afirmou em entrevista ao site oficial.

Titi falou sobre a demora no acerto com o Fortaleza, e afirmou que teve a possibilidade de permanecer na Turquia, mas preferiu retornar ao Brasil. “Na verdade, demorou mais do que eu imaginava e esperava. Desde o primeiro contato do Fortaleza, eu tinha certeza que aqui seria a minha nova casa, que seria seria o ambiente perfeito para poder retornar ao futebol brasileiro. Tive possibilidade de permanecer no futebol da Turquia, tive possibilidade até de estender meu contrato no clube que eu estava, mas o desejo de retornar ao futebol brasileiro e de vestir essa camisa tão vitoriosa me trouxe até aqui”, explicou.

“Eu sou um apaixonado pelo futebol brasileiro e todo momento que você assistia aos jogos do Fortaleza pode ver o Castelão lotado, a torcida fazendo uma grande festa. Isso motiva qualquer profissional a querer participar disso também. Hoje, infelizmente, a gente está vivendo um período difícil, não só para o futebol, mas para a vida. Não poder contar com o nosso torcedor neste momento é difícil, mas espero poder, em um futuro bem próximo, passar por tudo isso e ver novamente o Castelão lotado, ver a festa do torcedor, porque isso que me motivou a vir para cá”.

Titi falou sobre a recepção calorosa que teve na chegada ao Fortaleza. “Espero poder viver novamente grandes emoções como já vivi. Em todos os clubes que eu passei sempre fui muito bem recebido pelo torcedor, pelos funcionários do clube e aqui não foi diferente. Desde o primeiro dia, dentro do clube, eu senti uma energia muito bacana entre as pessoas, entre os funcionários, entre os jogadores. Isso motiva a querer participa de um projeto como esse, a querer vestir essa camisa, a querer fazer parte disso tudo. Estou muito feliz”, completou.

“Desde o primeiro dia que eu estava acertando com o Fortaleza, já entrei em contato com o pessoal de análise para pedir alguns jogos, alguns vídeos, até para poder estar me adaptando o quanto antes ao processo. Acho muito importante você conhecer o ambiente que você está. Isso me ajudou bastante. Claro que nada como o dia a dia, o contato visual para poder estar ainda mais dentro do processo. Acredito que a chegada do novo treinador chega com novas ideias, novo estilo de jogo, mas como temos um grupo de muita qualidade, jogadores muito inteligentes, que vão, com certeza, se adaptar muito rápido ao novo treinador”.

 

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*