Bahia tem dois expulsos, leva 4 x 2 do Montevideo City e dá adeus à Sul-Americana

Matheus Bahia e Conti foram expulsos e complicaram a vida do Bahia

Foto: Enaldo Pinto / Insta: @enaldo_santos_pinto

O Esporte Clube Bahia entrou em campo na noite desta quarta-feira (26) no Estádio Metropolitano de Pituaçu precisando de uma combinação difícil para se classificar às oitavas de final da Copa Sul-Americana. Além de vencer o Montevideo City, dependia de uma vitória improvável do Guabirá sobre o Independiente na Argentina. No entanto, o Esquadrão teve dois jogadores expulsos (Matheus Bahia e Conti) e acabou sendo derrotado pelo time uruguaio por 4 a 2. Thonny Anderson e Nino Paraíba marcaram os gols do Bahia, enquanto Pizzichillo, Scotto, Allende e Guzmán anotaram para o Torque que também teve seu goleiro expulso.

 

Com a derrota, o Bahia se despediu da Copa Sul-Americana como 3º colocado do Grupo B, com 8 pontos (2 triunfos, 2 empates e 2 derrotas), enquanto o Montevideo City chegou aos 11 pontos, mas não se classificou porque o Independiente fez sua parte e venceu o Guabirá por 1 a 0 no Estádio Libertadores de América com gol de Silvio Romero, chegou aos 14 pontos e ficou com a única vaga da chave para o mata-mata.

O Bahia começou bem o jogo e abriu o placar logo no primeiro minuto, com Thonny Anderson, dando indícios de que o Esquadrão alcançaria um triunfo tranquilo em Pituaçu, porém, a equipe parou de jogar e deu muito espaço ao Montevideo City, que chegou ao empate aos 24 minutos com Pizzichillo aproveitando o buraco no lado esquerdo da defesa tricolor. Aos 28, a situação complicou de vez com a expulsão de Matheus Bahia após receber o segundo amarelo. Com a superioridade numérica, o time uruguaio foi para cima e virou aos 38 com Scotto sozinho na pequena área.

No segundo tempo, logo no primeiro minuto, Nino Paraíba recebeu lançamento de Daniel e marcou um golaço, empatando a partida e reascendendo a esperança dos tricolores, no entanto, minutos depois, Nino saiu machucado e Conti foi expulso após deixar o cotovelo em Darío Pereira e foi expulso. Mesmo com dois jogadores a menos, o Bahia se defendeu bem e conseguiu levar perigo ao time uruguaio. Aos 19, Juninho Capixaba saiu na cara do gol e forçou uma falta do goleiro Guruceaga que levou o vermelho direto. Curiosamente, após perder o arqueiro expulso, o Torque melhorou em campo e chegou ao terceiro gol com Allende aos 31 minutos. Ainda teve tempo para Guzmán marcar o quarto gol e fechar a conta aos 46 minutos.

O próximo compromisso do Esporte Clube Bahia é no sábado (29), às 20h, diante do Santos, no Estádio Metropolitano de Pituaçu, pela estreia do Campeonato Brasileiro da Série A. Três dias depois, na terça-feira, o Esquadrão encara o Vila Nova, às 16h30, no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia, pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 2 X 4 MONTEVIDEO CITY
Copa Sul-Americana – 6ª rodada

Local: Pituaçu, em Salvador
Data: 26/05/2021 (quarta-feira), 19h15
Árbitro: Mário Diaz de Vivar (Paraguai)
Assistentes: Luis Onieva e Julio Aranda (ambos do Paraguai)

GOLS: Thonny Anderson e Nino Paraíba (Bahia) / Pizzichillo, Scotto, Allende e Guzmán (Montevideo)

BAHIA
Mateus Claus; Nino Paraíba (Renan Guedes), Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia; Patrick, Thaciano (Óscar Ruiz) e Daniel (Lucas Fonseca); Rossi (Maycon Douglas), Rodriguinho e Thonny Anderson (Juninho Capixaba). Técnico: Dado Cavalcanti.

MONTEVIDEO CITY
Guruceaga; Pizzichillo, Arismendi, Rak e Álvarez; Scotto, Brun (Fiermarín) e Allende (Joaquín Pereyra); Pereira, Álvarez e Del Prete (Guerrero). Técnico: Pablo Marini.

Comentários:

5 Comentário

  1. Chora fusquinhas sardinhas de 1999fujonas não teve o Itapagipe como laranja na Copa Sura-Americana, começa o martírio pra segunda divisão, próximo passo eliminação na Copa do Brasil vai voltar pra segunda divisão que é seu lugar kkk kkk

  2. O campeonato brasileiro, começa no próximo sábado, porém o Bahia começou dá vexame e a vergonha hoje. Já imaginamos a agonia que será no Brasileirão. Tonar uma goleada práticamente na véspera do maior campeonato nacional, é um prenúncio das edições de 2020. E Bellitani acha que o time é ótimo para o brasileiro.

  3. Se contratar lateral esquerdo, um atacante e um goleiro experiente, vamos penar no brasileiro. Três gols tomados por vacilos dos laterais esquerdos e o goleiro sem ritmo e fora de forma.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*