Após rebaixamento, Central-PE contrata Júnior Baiano para treinador

Júnior Baiano fez sucesso na década de 90 e foi titular na Copa de 98

Photo by Ruediger Fessel/Bongarts/Getty Images

Após amargar o rebaixamento para a segunda divisão do Campeonato Pernambucano, o Central já pensa na disputa do Campeonato Brasileiro da Série D, que começa no final deste mês com a fase preliminar. Para comandar a equipe, o clube pernambucano anunciou a contratação de Júnior Baiano, ex-zagueiro com passagens por Flamengo, Vasco, Palmeiras e São Paulo e titular da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1998. Seu primeiro trabalho, após pendurar as chuteiras, foi como estagiário de Vanderlei Luxemburgo. Começou a carreira de treinador no Santa Helena-GO, em 2018, passando também pelo Itumbiara-GO em 2019.

 

Na Série D, o Central está no Grupo 3 ao lado de ABC, América-RN, Atlético-CE, Campinense, Caucaia, Sousa e Treze. A estreia do time caruaruense será no dia 5 de junho, contra o América-RN, na Arena das Dunas. O presidente do Centra-PE falou sobre a chegada do novo treinador.

“Além de toda a bagagem que o Júnior traz como jogador ele é uma pessoa que vem se preparando para essa nova carreira de técnico. E fará parte do nosso processo de reestruturação do Central. Ele será mais uma engrenagem nesse processo e vem com muita vontade de contribuir. A torcida do Central é carente de ídolos e ele vem agregar muito nesse novo projeto, que não conta apenas com ele. Júnior será a referência”, completou.

Apesar de ter nascido em Feira de Santana, na Bahia, Júnior Baiano nunca atuou no futebol baiano. Surgiu na base do Flamengo, onde teve três passagens (1989 – 1993), (1996 – 1998) e (2004 a 2005). Nesses intervalos, rodou por São Paulo, Werder Bremen, Palmeiras, Vasco, Shanghai Shenhua da China, Internacional, América-RJ, Brasiliense, Volta Redonda, Macapá e Miami FC, dos Estados Unidos, seu último clube como jogador.

Na carreira, acumula títulos importantes, como o Brasileiro de 1992 e a Copa do Brasil de 90 pelo Flamengo. No São Paulo, foi campeão da Recopa em 1994. No Palmeiras, fez parte do elenco que conquistou a extinta Mercosul em 98 e da Libertadores de 99. No Vasco, somou mais uma taça da Mercosul, em 2000, e no mesmo ano o título do Brasileiro. Foi campeão também pela Seleção Brasileira, da Copa das Confederações de 97.

 

 

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*