Análise FB Scout: o atacante Walter é uma boa para o Vitória?

Walter é o novo reforço do Esporte Clube Vitória para a temporada

Natural de Recife (PE), Walter Henrique da Silva tem 31 anos e surgiu na base do São José, mas em 2007 chamou a atenção do Internacional, onde se profissionalizou. Foi negociado com o Porto em 2010, mas não deslanchou em Portugal e retornou ao futebol brasileiro, sendo emprestado ao Cruzeiro. Em 2012, acertou também por empréstimo com o Goiás e teve grande destaque marcando 34 gols em 68 jogos. Rodou ainda por Fluminense, Atlético-PR, até retornar ao Goiás, em 2016, porém, não repetiu as grandes atuações da primeira passagem. Em 2017, além do Goiás, defendeu também Atlético-GO. Em 2018, vestiu as camisas de Paysandu e CSA. Em 2019, foi suspenso por um ano após ser pego no doping, e só voltou aos gramados em 2020 ganhando uma nova chance no Athletico-PR.

 

Na sua primeira passagem pelo Atlético-PR, em 2015/2026, emprestado pelo Porto, Walter marcou 16 gols em 73 jogos. Na ocasião, Paulo Carneiro era o diretor de futebol do clube paranaense. De volta ao clube paranaense em 2020, foram apenas 20 jogos e 1 gol marcado. Com contrato até o final do Brasileirão de 2020, Walter não permaneceu no Furacão e acertou sua transferência para o Esporte Clube Vitória com contrato até o final de 2021 por produtividade. O centroavante desembarcou nesta segunda-feira em Salvador e prometeu muita dedicação em campo com a camisa rubro-negra.

O jornalista e analista de desempenho, Felipe Barros, em seu canal no Youtube, FB TV – Futebol sem clichê, analisou a chegada do atacante Walter ao Vitória.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*