Portuguesa não libera João Pedro ao Vitória e volante jogará a Série A-2

Clube baiano apresentou proposta para contar com o atleta por empréstimo até o final do ano

Foto: João Pedro teve boas atuações e até fez gol pela Briosa na Copa Paulista (divulgação AA Portuguesa)

As boas atuações de João Pedro com a camisa da Portuguesa Santista na Copa Paulista de 2020 despertaram o interesse de diversos clubes. Um deles, o Esporte Clube Vitória, apresentou proposta oficial para contar com o volante por empréstimo até o final do ano, mas a diretoria rubro-verde, mesmo após ter se comprometido a fechar o negócio, voltou atrás e manteve o atleta para a disputa do Paulista da Série A-2.

 

“O Vitória fez uma proposta que envolvia o compromisso da compra no final do ano. A Portuguesa receberia R$ 300 mil e ainda ficaria com 20% sobre uma negociação futura. Além disso, o salário do João seria multiplicado por dez. O presidente da Portuguesa até assinou um documento concordando com esses termos, mas acabou mudando de ideia. Eu fui surpreendido e o pessoal do Vitória ficou bastante chateado, mas é vida que segue”, declarou Ricardinho, ex-meia campeão da Segunda Divisão de 2016 pela Briosa e agente de João Pedro.

FOCO NA SÉRIE A-2

O jovem volante de 20 anos de idade revela que ficou decepcionado com o fato de a negociação com o Vitória não ter sido concretizada, mas garante dedicação total na preparação para Série A-2, cuja estreia da Briosa está marcada para o dia 28 de fevereiro, em Ulrico Mursa, diante da Portuguesa de Desportos.

“A proposta do Vitória era boa para o clube e para mim. Seria uma grande oportunidade para minha carreira deslanchar e a Portuguesa ter retorno em um médio prazo. Uma pena que não deu certo, mas agora é focar nos treinos e lutar para colocar a Briosa de volta na elite do futebol paulista”, disse o atleta rubro-verde.

INÍCIO NA BASE DO SÃO PAULO

Paulista da cidade de Diadema, João Pedro Mendes dos Santos atua também como zagueiro e como meia. Sua trajetória no futebol teve início em 2009 nas categorias de base do São Paulo, onde permaneceu por quatro temporadas.

Na sequência, atuou também pelo Red Bull Brasil, Água Santa e Santo André. No clube do ABC, foi promovido ao elenco profissional em 2018 e, no ano seguinte, participou da conquista do acesso do Ramalhão para a elite do Campeonato Paulista. Sua chegada a Ulrico Mursa aconteceu em julho do ano passado, para a disputa da reta final da Série A-2.

 

 

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*