Dado vê 2º tempo desastroso do Bahia e admite sentimento de inconformismo

"Não me lembro de um segundo tempo tão ruim em toda a minha vida", disse.

Foto: Enaldo Pinto / Insta: @enaldo_santos_pinto

O Esporte Clube Bahia está de volta ao Z4 do Campeonato Brasileiro da Série A. Na noite deste domingo (24), o Tricolor até criou chances no primeiro tempo, mas simplesmente ‘sumiu’ e foi dominado no segundo tempo, e acabou sendo derrotado pelo Sport, por 2 a 0, em confronto direto na luta contra o rebaixamento. Após a partida, o técnico Dado Cavalcanti avaliou o segundo tempo do Bahia como desastroso, citando a desatenção e a falta de eficiência para conseguir conectar jogadas para atacar o adversário, e admitiu que o sentimento é de inconformismo.

 

“Segundo tempo foi desastroso. Não me lembro de um segundo tempo tão ruim em toda a minha vida. Se eu tô nesse sentimento de inconformismo e no vestiário houve esse sentimento, imagino como estão os torcedores que assistiram. É algo que deve ser buscadas as explicações, mas é um segundo tempo para nós esquecermos. Voltamos muito desatentos, sofremos pressão, não tivemos a eficiência necessária de passar pela pressão e não conseguimos sair jogando. Saliento o estado anímico da nossa equipe, não fizemos um quarto do que fizemos no primeiro tempo. Isso foi fundamental para o resultado do jogo”, disse.

Dado lamentou o desempenho do Bahia no segundo tempo que, segundo ele, foi fatal para as pretensões. “O segundo tempo foi fatal para todas as nossas pretensões. Algumas peças foram abaixo, coletivamente não tivemos eficiência grande, defensivamente fomos frágeis, ofensivamente nulos. Fazer um recorte do primeiro tempo, o Bahia é a equipe do primeiro tempo. Lamento demais o nosso desempenho no segundo tempo. Uma equipe que não joga e que não marca está fadada a derrota”, acrescentou.

Com o revés, o Esquadrão caiu para a 17ª colocação com 32 pontos, sendo ultrapassado pelo time pernambucano que saltou para o 14º lugar, com 35 pontos. O Bahia volta a campo na próxima quinta-feira (28), às 19h, para enfrentar o Corinthians, na Arena Fonte Nova, duelo adiado da 30ª rodada.

 

 

Comentários:

1 Comentário

  1. Essa narrativa constitui prática de frustração de eleitores, que deveriam refletir, tal quanto quanto, elegeram presidente da república, governadores e prefeitos, pois torcedores todos somos, quantos somos de fatos sócios torcedores, pois assim de fatos, poderemos de fato influenciar nas decisões administrativas e estatutárias do clube, sem omissões, assim reduzirmos os abusos e de fato usaremos de nosssas forças para Transformações, que estão redigidas nas críticas ao atual presidente do clube e ao técnico, por muito desejado para assumir comando da equipe profissional do Esporte Clube Bahia!

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*