Desconfigurado, Bahia é amassado no 2º tempo e perde para o São Paulo

Bahia entrou em campo com um time completamente remexido

Foto – Felipe Oliveira/EC Bahia

Com um time completamente remexido, diante dos desfalques por suspensão e Covid-19, e ainda resolvendo poupar alguns titulares pensando na partida de terça-feira pela Sul-Americana, o Esporte Clube Bahia sofreu sua segunda derrota seguida no Campeonato Brasileiro da Série A, a primeira na Arena Fonte Nova, ao perder para o São Paulo pelo placar de 3 a 1 na noite deste sábado (28), pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. No primeiro tempo, o time baiano até criou mais chances, mas não se aproveitou e foi amassado no segundo tempo, tomando três gols, com Luciano marcando duas vezes e Arboleda. Clayson descontou, mas não evitou o revés. Com a vitória, o São Paulo quebra uma sequência de seis triunfos seguidos do Bahia atuando em Salvador, além disso, aumenta o número de gols sofridos pelo Esquadrão que já tinha tomando 4 a 0 na rodada passada e tem a pior defesa da Série A.

 

Com o revés, o Bahia segue com 28 pontos ocupando a 12ª colocação, mas ainda pode perder posições para Atlético-GO, Ceará e Red Bull Bragantino até o complemento da rodada e encostar novamente na zona de rebaixamento. Já o São Paulo assume a vice-liderança com 41 pontos, um ponto abaixo do líder Atlético-MG, sendo que o time de Fernando Diniz tem dois jogos a menos.

Bahia e São Paulo fizeram um primeiro tempo movimentado na Fonte Nova, lá e cá, e criaram algumas situações de gol. Apesar dos 63% de posse de bola do time paulista, o Esquadrão chegou mais vezes com perigo. Duas delas parou em Tiago Volpi e outra o atacante Alesson perdeu na pequena área. O goleiro Douglas também foi exigido, mas impediu o gol adversário. Aos 29 minutos, o VAR sinalizou Leandro Pedro Vuaden para um possível lance de agressão do goleiro Tiago Volpi no zagueiro Ernando. Seria cartão vermelho para o arqueiro e pênalti. Porém, o árbitro após analisar as imagens entendeu como jogada normal.

O São Paulo voltou para o segundo tempo mais incisivo, pressionando, e arranjou um gol aos 6 minutos. Reinaldo fez um lançamento para a área no lateral, a zaga do Bahia bateu cabeça, Douglas saiu mal e Luciano marcou de bicicleta, contando ainda com desvio de Juninho. O gol abriu a porteira e animou os visitantes que melhoraram na partida, encontraram mais espaço e aos 20 minutos chegaram ao segundo gol, com Arboleda, de cabeça. Aos 28, Luciano marcou o segundo dele e o terceiro do São Paulo. O Bahia ainda descontou com Clayson, mas não evitou o revés.

Agora o Esporte Clube Bahia vira a chave e volta suas atenções para a Copa Sul-Americana, competição pela qual enfrenta na próxima terça-feira (01/12) o Unión Santa Fé, às 19h15, no Estádio 15 de Abril, na cidade de Santa Fé, Argentina. No jogo de ida, disputado na Arena Fonte Nova, o Esquadrão venceu por 1 a 0. Desta forma, joga pelo empate para se classificar às quartas de final do torneio. Se perder por um gol de diferença, marcando gol, o Tricolor também fica com a vaga amparado pelo critério do gol qualificado. Pela Série A, o próximo compromisso do Bahia é no próximo sábado, às 19h, contra o Ceará, na Arena Fonte Nova.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 1 x 3 SÃO PAULO
Campeonato Brasileiro – 23ª rodada
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data e Hora: 28/11/2020 (sábado), 19h
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)

GOLS: Luciano (2x) e Arboleda (São Paulo) / Clayson (Bahia)

BAHIA
Douglas; Edson, Ernando, Juninho e Matheus Bahia; Gregore, Ramon (Élber) e Elias (Nino Paraíba); Alesson (Saldanha), Rossi (Clayson) e Rodriguinho (Daniel).  Técnico: Cláudio Prates.

SÃO PAULO
Tiago Volpi, Juanfran (Vitor Bueno), Arboleda, Léo (Tchê Tchê) e Reinaldo; Luan, Gabriel Sara (Hernanes), Igor Gomes (Rodrigo Nestor) e Daniel Alves; Luciano (Pablo) e Brenner. Técnico: Fernando Diniz.

Comentários:

2 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*