Série A já teve 9 trocas de treinador em 2020; veja lista completa

No Esporte Clube Bahia, Roger Machado deu lugar a Mano Menezes

O Campeonato Brasileiro ainda não chegou nem na metade e ainda restam praticamente cinco meses para o término da temporada 2020 – que deve se estender até fevereiro de 2021, porém, até o momento, 18 treinadores já foram demitidos/trocados pelos clubes da Série A no ano. O mais recente, o técnico Paulo Autuori, que foi demitido pelo Botafogo após derrota para o Bahia, por 2 a 1, no Nilton Santos, completando nove jogos seguidos sem vencer na competição. Autori havia substituído Alberto Valentim no começo da temporada.

 

Ao todo já foram nove demissões durante a temporada do Brasileirão, de acordo com dados do portal Torcedores. Antes disso, ainda no Estadual, outros nove comandantes deixaram seus cargos em clubes da Série A da competição nacional. O Esporte Clube Bahia aparece entre os nove times que já trocaram de treinador durante o Campeonato Brasileiro. Roger Machado foi demitido e chegou Mano Menezes, que tenta arrumar a casa e fazer o Bahia reagir na competição.

CONFIRA TODAS AS MUDANÇAS DE TÉCNICOS EM TIMES DA SÉRIE A EM 2020:

Mudanças durante o Estadual:

Atlético-GO: Cristóvão Borges por Vagner Mancini

Atlético-MG: Rafael Dudamel por Jorge Sampaoli

Botafogo: Alberto Valentim por Paulo Autuori

Ceará: Argel Fucks por Guto Ferreira

Flamengo: Jorge Jesus por Domènec Torrent

Santos: Jesualdo Ferreira por Cuca

Sport: Guto Ferreira por Daniel Paulista

Red Bull Bragantino: Antonio Carlos por Felipe Conceição

Vasco da Gama: Abel Braga por Ramon Menezes

Mudanças durante o Brasileirão:

Athletico: Dorival Junior por Eduardo Barros

Bahia: Roger Machado por Mano Menezes

Botafogo: Paulo Autori – Bruno Lazaroni

Coritiba: Eduardo Barroca por Jorginho

Corinthians: Tiago Nunes por Dyego Coelho

Goiás: Ney Franco por Thiago Larghi

Goiás: Thiago Larghi por Enderson Moreira

Red Bull Bragantino: Felipe Conceição por Mauricio Barbieri

Sport: Daniel Paulista por Jair Ventura

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*