Jequié cria vaquinha para pagar despesas na disputa da Série B do Baiano

Até então, foram arrecadados cerca de R$ 825,00

Em 2017 depois de longos 20 anos, o Jequié retornou a primeira divisão do Campeonato Baiano. O título da Série B e o consequentemente o acesso, vieram após a vitória por 3 a 1 diante do PFC-Cajazeiras Estádio Waldomiro Borges. No entanto, o time da “Terra do Sol” não se sustentou na divisão e dois anos depois voltou para Série B, sendo que no seu último jogo foi goleado pelo Bahia por 5 x 0 e encerrou a competição somando apenas sete pontos na tabela, sendo superado pelo Jacobina que na última rodada de virada derrotou o Vitória da Conquista, somou um ponto além e escapou do rebaixamento.

 

Este ano, o Jequié vai remar tudo de novo. Algumas contratações foram efetivadas, fez retornar o técnico Paulo Sales responsável técnico no ano do acesso, no entanto, esbarra como diversas outras equipes na falta do recurso mínimo para manter o clube competitivo, notadamente neste momento que o clube perdeu várias cotas de patrocínio e não pode contar com a presença do torcedor no estádio Waldomiro Borges em decorrência do distanciamento social imposto pela crise do ainda ativo coronavírus que vem agravando a vida financeira do clube em um momento crucial de recomeço.

Com poucas alternativas, a direção do clube optou por criar uma vaquinha virtual para ajudar a pagar as despesas da disputa do Campeonato Baiano Série B 2020. Até então, foram arrecadados cerca de R$ 825,00 do montante de R$ 50.000,00 que o clube traçou como meta mínima.

Você pode colaborar aqui

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*