Roger comenta erros de arbitragem e lamenta ausência do VAR na Copa do Nordeste

Bahia venceu o Botafogo-PB em duelo com erros de arbitragem

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia/Divulgação

O Esporte Clube Bahia venceu o Botafogo-PB pelo pelo placar de 3 a 1 na noite deste sábado (25), no Estádio Metropolitano de Pituaçu, com gols marcados pelo volante Ronaldo, pelo meia Rodriguinho e o atacante Fernandão. Rodrigo Andrade descontou para o Belo da Paraíba em duelo com arbitragem polêmica anulando um gol legal do time paraibano e validando outro irregular de Fernandão que estava impedido. Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE) apitou o jogo, auxiliado por Ricardo Bezerra Chianca (PE) e Bruno Cesar Chaves Vieira (PE). O Tricolor Baiano avançou à semifinal do Nordestão e irá enfrentar na próxima quarta-feira (29), às 19h30, o Confiança que se classificou eliminando o Santa Cruz nos pênaltis. A outra semifinal será disputada entre Fortaleza e Ceará. Após a partida, o técnico Roger Machado comentou os erros de arbitragem, questionou a ausência do VAR na competição regional que poderia evitar esse desgaste, mas frisou que os erros não tiram a satisfação pela classificação.

 

“Não muda o sentimento [a classificação em uma partida que teve erros de arbitragem]. Os erros já aconteceram contra a gente também. Só fico me questionando por que uma competição com este nível, organizada pela CBF e que não coloquem VAR nestas fases decisivas. Isso evitaria todo esse desgaste, à medida que é um jogo só, eliminatório. Não tira a nossa satisfação e alegria da vitória, obviamente, mas a gente se ressente, porque, às vezes, o esporte é injusto, em determinados momentos. Como já foi com a gente”, opina o treinador do Bahia.

Roger Machado também fez uma avaliação da atuação do time. “Não foi um jogo com o mesmo brilho da nossa estreia, contra o Náutico. Porém, é uma outra fase da competição. Um jogo só, eliminatório. Esses jogos, geralmente, são muito tensos. A gente começou bem o jogo, abriu o placar. No começo do segundo tempo, aumentamos. E, posteriormente ao gol do Botafogo-PB, houve uma instabilidade, motivada porque um gol coloca o adversário no jogo. E gera um pouco de desconcentração, quando você tem dois a zero no placar. Foi exatamente o que eu chamei atenção dos atletas agora ao final, que nós não podemos desconcentrar um minuto sequer. Mas finalizamos com uma partida relativamente tranquila depois do terceiro gol”

O treinador ainda comentou a atuação de Ronaldo e Fernandão, responsáveis por dois gols da equipe. “Ronaldo, desde o ano passado, quando entrou, que nós tínhamos o tripé de meio-campo, e ele jogava um pouco mais avançado, ele já vinha fazendo grandes jogos. E, neste ano, conversando com o Ronaldo, ele pediu para que fosse mais utilizado na sua função, que é exatamente na função que o Gregore faz também. E, com a impossibilidade de atuação do Gregore no último jogo e neste. Ele substituiu à altura, fez um grande jogo na reestreia. E hoje foi coroado com uma grande atuação e com um gol dentro da sua característica. Centroavante que faz gol sempre agrada o treinador. Na ausência do Gilberto, Fernandão atuou e guardou o seu. Deixou sua marca de centroavante e vai ganhando ritmo. Enquanto Gilberto não está atuando, ele vai mostrando a sua capacidade e o seu talento para nos ajudar.”

VEJA TAMBÉM

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*