Com operação mais complexa, Série D ainda não tem data para iniciar

Quarta divisão nacional deve iniciar em setembro

Neste domingo (05), ao Jornal O Globo, o presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Rogério Caboclo, confirmou a data do início do Campeonato Brasileiro da Série C para o dia 8 de julho, junto com a Série B, além do início da Copa do Brasil, Série A1 Feminino e Brasileiro Sub-20 (veja aqui). Questionado sobre a Série D, o mandatário da entidade prega cautela, afinal “trata-se de uma operação um pouco mais complexa” por reunir as 26 unidades da Federação e mais o Distrito Federal. Com isso, a quarta divisão segue sem data para iniciar, assim como a Série A2 do Brasileiro Feminino. Caso algum município ainda não esteja liberado pelas autoridades de saúde, o clube irá mandar seus jogos em outra praça esportiva dentro do mesmo estado.

 

“Demandam um operacional um pouco mais complexo. As equipes precisam de maior reestruturação para voltar e também uma logística maior. A Série D tem 68 participantes do Brasil inteiro. São 61 cidades envolvidas. Esses clubes não têm a mesma flexibilidade para jogar em outras praças. A A2 feminina não é diferente. Mas, são calendários mais curtos, o que permite planejar com mais tranquilidade. Há uma malha aérea diminuta, hotéis fechados. Mas, a CBF assumiu a responsabilidade de reabrir hotéis, colocar aviões no céu e fazer o futebol voltar”, disse.

Três clubes representam o futebol baiano na Série D 2020: Bahia de Feira, Atlético de Alagoinhas e Vitória da Conquista. O Tremendão e o Carcará figura no Grupo A6 da Série D do Campeonato Brasileiro, ao lado de Caldense-MG, Gama, Palmas, Tupynambas-MG, Vila Nova-MG. O último integrante da chave será o vencedor do confronto da preliminar entre Tocantinópolis-TO e Brasiliense. O ECPP, por sua vez, figura no Grupo 4 do Campeonato Brasileiro da Série D, ao lado de ABC-RN, Potiguar-RN, Central-PE, Coruripe-AL, Jaciobá-AL, Frei Paulistano-SE, Itabaiana-SE.

A Série D do Campeonato Brasileiro será disputada em um novo formato em 2020. São oito grupos com oito clubes cada. Todos jogam entre si em partidas de ida e volta. Ao final destas 14 rodadas, os quatro primeiros de cada grupo avançam para a segunda fase. A partir daí é mata-mata. Os que chegarem às semifinais garantem vaga na Série C 2021. É preciso avançar por três adversários nas fases de mata-mata para conseguir o acesso.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*