Roger aparece entre os 10 técnicos mais ofensivos em Brasileiros desde 2013

Treinador do Bahia passou também por Grêmio, Palmeiras e Atlético-MG

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

No Esporte Clube Bahia desde abril de 2019, o técnico Roger Machado aparece em os dez treinadores mais ofensivos em Brasileiros desde 2013. Antes de acertar com o Esquadrão, ele passou por Grêmio, Palmeiras e Atlético-MG. O Espião Estatístico, do site Globoesporte, utilizou dados detalhados das 2.659 partidas realizadas pela Série A desde então. Em 2016, Chapecoense x Atlético-MG não foi disputada devido ao acidente aéreo que vitimou a equipe catarinense dias antes da última rodada. Fizeram parte do ranking principal os treinadores que disputaram ao menos 40% dos jogos do técnico com mais partidas, neste caso Mano Menezes, com 202.

 

Foram classificados as 64.595 finalizações das últimas sete edições do Brasileirão e distribuímos os 6.075 gols marcados, sem contar os gols contra, para cada um dos 148 profissionais que dirigiram os 33 clubes pelo menos uma vez. Tradicionalmente, integra o ranking principal quem tem participação mínima de 40%. Marcelo Oliveira, Dorival Júnior e Cuca são os técnicos mais ofensivos em Brasileirões de 2013 em diante. O ranking reflete o nível das equipes que os treinadores assumiram nesses anos.

Roger Machado soma 128 jogos, com 1.575 finalizações, média de 12,30 por jogo, 158 gols, média de 1,23 gol por jogo. Abaixo de Roger, aparecem Cristóvão Borges, que também acumula passagem pelo Bahia, Fábio Carille, Zé Ricardo, Mano Menezes, Ney Franco, Guto Ferreira (outro que já comandou o time do Bahia), Argel Fucks, Vanderlei Luxembugo, entre outros.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*