Marinho celebra um ano de Santos: “É igual a relacionamento amoroso”

Em um ano de Santos, Marinho vive clima de amor e ódio

Foto: Ivan Storti

Em clima de amor e ódio, o atacante Marinho completou um ano como jogador do Santos na última segunda-feira e fez uma declaração ao atual clube em suas redes sociais. O jogador com passagem pelo Esporte Clube Vitória falou que sua relação com o clube é igual um “relacionamento amoroso”, com brigas e fases difíceis. Marinho é querido pela torcida do Peixe, porém, nos últimos dias após críticas públicas à diretoria, ele foi ‘atacado’ por torcedores nas redes sociais e respondeu dizendo que está sem receber salários há quatro meses.

 

“A primeira vez a gente nunca esquece! Gratidão por completar um ano de clube e dizer que sou um privilegiado de vestir esse manto. Creio que toda essa pandemia irá passar e voltaremos mais fortes! Santos sempre Santos! Um ano, que significa estar vivendo um sonho. É igual a relacionamento amoroso: tem suas brigas, fases difíceis… Mas tudo que vivo no clube é real”, escreveu o camisa 11.

Na última semana, o atacante Marinho criticou de forma indireta o presidente José Carlos Peres em publicação no Instagram após corte no salário de até 70%, mas logo em seguida apagou e decidiu desativar o perfil. Porém, voltou a utilizar a rede social e acabou sendo ‘atacado’ por Matorcedores santistas na mesma postagem. Mas o jogador não deixou barato e ao responder um torcedor, revelou que não recebe salários há quatro meses, e afirmou que ainda não saiu “por respeito e por gostar do clube”. (veja aqui).

Marinho teve passagem destacada pelo Esporte Clube Vitória em 2016, sendo peça importante na manutenção do Leão na primeira divisão, marcando 21 gols em 43 jogos. Depois foi negociado pelo Cruzeiro com o Changchun Yatai, da China, mas não deslanchou no futebol chinês e retornou ao Brasil para defender o Grêmio. Também não vingou no clube gaúcho e em 2019 acertou sua transferência para o Santos onde reencontrou o bom futebol. Na temporada passada, treinado por Jorge Sampaoli, disputou 28 jogos e anotou 8 gols. Esse ano, porém, segue buscando espaço na equipe titular de Jesualdo Ferreira.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*