Revelado no Bahia, meia de 31 anos deve ser reintegrado ao Vasco

Bruno César tem conversas avançadas para seguir no clube

Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

Afastado da equipe principal desde o início do ano, o meia Bruno César deve seguir atuando no Vasco da Gama após a pandemia do coronavírus. De acordo com a “Futebol, coisa & tal”, do Jornal Extra, as conversas evoluíram e o jogador de 31 anos, revelado na base do Bahia, deve ser reintegrado ao grupo comandado agora pelo treinador Ramon Menezes – ex-meia e ídolo do Vitória. A negociação para o retorno do meia aos planos técnicos inclui tempo de vínculo – atualmente até o fim deste 2020 e renegociação de valores devidos. O Cruz-Maltino tem débito de direitos de imagem com os jogadores referente a 2019 e Bruno faz parte deste grupo.

 

Contratado como o grande nome para a temporada passada, Bruno César disputou 30 partidas, marcou quatro gols, mas não fez parte do time que obteve mais sucesso com o então treinador cruz-maltino Vanderlei Luxemburgo. No início da pré-temporada deste ano, ele, Winck e Rafael Galhardo foram comunicados que estavam fora dos planos.

Bruno César começou na base do Bahia e antes de chegar no profissional passou também pelas bases de São Paulo, Palmeiras o Grêmio. Se profissionalizou no Universidade-SC, acumulando passagens por Santo André, Corinthians, Benfica-POR, Al-Ahli Jeddah da Arábia Saudita, Palmeiras (time principal), Estoril Praia-POR. Na temporada 2017/2018, Bruno César participou de 33 jogos, 16 deles como titular, e marcou 2 gols, antes de deixar o futebol português e voltar ao Brasil para defender o Vasco em 2019.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*