Jornalista elege os cinco maiores batedores de falta do futebol brasileiro

Milton Neves apontou os cinco maiores cobradores de falta

Além de apontar as cinco torcidas mais incríveis do futebol brasileiro, o jornalista Milton Neves se arriscou em eleger os cinco maiores batedores de falta. O apresentador frisou que é uma discussão que geralmente causa grande polêmica e é muito difícil criar uma lista como essa. “É muito duro deixar de fora nomes como Neto, Marcos Assunção, Juninho Pernambucano, Didi, Ronaldinho Gaúcho, Roberto Carlos, Eder Aleixo, Rogério Ceni, entre tantos outros. Mas, como a proposta era escolher apenas cinco, assim o fiz.”, pontuou. Veja abaixo.

 

1º: MARCELINHO CARIOCA

Sabem o que garante ao ídolo corintiano o primeiro lugar nessa lista? É que com ele não tinha “posição preferida” para bater falta. Podia ser da entrada da área, da intermediária, de média distância ou até quase do meio campo (veja o vídeo acima). Definitivamente, ele foi o melhor que vi.

2º: NELINHO

O carioca mais mineiro da história fica com o segundo lugar pelo “veneno” que conseguia colocar na bola. Era praticamente impossível decifrar as cobranças de falta de Nelinho.

3º: PEPE

O “Canhão da Vila” conseguia executar cobranças perfeitas e extremamente potentes mesmo chutando uma bola uns “mil quilos” mais pesada do que as redondas atuais.

4º: ZICO

Para o “Pelé da Gávea”, falta perto da área era gol quase certo. Um aproveitamento incrível nas cobranças de curta distância.

5º RIVELLINO

Assim como Pepe, Rivellino foi outro que conseguiu chutar com muita, mas muita força, mesmo com bolas muito mais pesadas. Não à toa ganhou o apelido de “Patada Atômica”.

Milton Neves aponta as cinco torcidas mais incríveis do Brasil; confira

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*