Atleta paralímpica é a nova vítima do coronavírus no Brasil

A atleta Joyce Oliveira, da Seleção Brasileira, homenageou a colega nas redes sociais

De acordo nota da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa, a tenista paralímpica Eliane Corrêa morreu sábado, em São Paulo, em de em decorrência do novo coronavírus segue fazendo vitimas pelo mundo afora. Ainda de acordo a nota, os médicos que a atenderam confirmaram a morte pela covid-19. Ela sentiu falta de ar no sábado, foi levada ao hospital por familiares, mas não resistiu. Eliane era atleta da classe 4 (cadeirante) e defendia a AACD-SP. Também era professora. Por causa da quarentena em São Paulo, não foi realizado velório antes de seu sepultamento.

 

A atleta Joyce Oliveira, da Seleção Brasileira, homenageou a colega nas redes sociais: “Eliane Corrêa virou mais uma estrelinha. Hoje, o céu está em festa por receber essa pessoa, tão batalhadora, uma pessoa que mesmo com as dificuldades sempre ia atrás dos seus sonhos e dos seus objetivos. Você era um espelho pra mim, para nunca desistir do que queria, pois tudo era possível.”

A região Nordeste já reúne 13 mortes pelo novo coronavírus (covid-19) neste domingo, 29, com aumento de três óbitos. As mortes foram contabilizadas no Ceará (1), na Bahia (1) e no Rio Grande do Norte (1).

Com 720 casos confirmados até este domingo, o Nordeste é a segunda região com mais confirmações de coronavírus, atrás apenas do Sudeste, que contabiliza 2.342 casos. No Ceará, já foram registradas cinco mortes, todas em Fortaleza.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*