Após determinação do STJD, Ba-Vi pode ser com portões fechados

Julgamento foi realizado nesta quinta após pedido do Flamengo

Foto: Vaner Casaes / Ag. Bapress

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) comunicou nesta quinta-feira (30) que determinou portões fechados para todos os jogos com recomendação do Ministério Público para que sejam disputados com torcida única. Com a decisão, o clássico BA-VI do próximo dia 8 de fevereiro, pela terceira rodada da Copa do Nordeste, poderá ser disputado sem torcida caso o MP-BA não retire a recomendação. Vale lembrar que desde 2017, quando um torcedor foi morto nas proximidades da Arena Fonte Nova, os jogos entre Bahia e Vitória são realizados com torcida única por recomendação do MP-BA. A exceção foi em um Ba-Vi de 2018, no Barradão, que teve as duas torcidas. No entanto, o MP-BA voltou a recomendar torcida única, assim como em 2019 e 2020.

 

Em 2019, em duelo pelo segundo turno do Campeonato Brasileiro, Palmeiras e Flamengo se enfrentaram apenas com palmeirenses no Allianz Parque após pedido do Ministério Público de São Paulo. Na ocasião, o Flamengo se sentiu prejudicado, já que no jogo do primeiro turno, no Maracanã, cedeu 10% dos ingressos à torcida palmeirense. Com isso, o clube carioca entrou com uma ação junto ao STJD. O julgamento foi realizado nesta quinta-feira e o tribunal acatou o pedido flamenguista, por acreditar que o Ministério Público pode tomar decisões com base apenas no time local e, possivelmente, prejudicar times visitantes – como aconteceu no caso do Flamengo.

“Agora, com o Ministério Público sabendo de antemão que a Justiça Desportiva vai determinar portões fechados quando a determinação for de torcida única, pode ser que eles pensem duas vezes antes de agir assim”, comentou Michel Assaf Filho, advogado do Flamengo.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*