Após apresentar projeto, Palmeiras volta a procurar Diretor do Bahia

Diego Cerri teve conversas por telefone com a diretoria

Foto: Felipe Oliveira | Divulgação: E.C. Bahia

O Palmeiras segue em busca de um diretor de futebol para ocupar o lugar de Alexandre Mattos, demitido no último domingo, após a derrota para o Flamengo, juntamente com o técnico Mano Menezes. De acordo com informação do site GloboEsporte, o Verdão mantém conversas com o diretor do Esporte Clube Bahia, Diego Cerri. No primeiro contato por telefone, a diretoria alviverde apresentou a ele as condições de trabalho e o projeto do clube. Na segunda, os dois lados tiraram dúvidas. Ele está no Esquadrão desde 2016, contratado ainda na gestão do ex-presidente Marcelo Sant’Ana, quando chegou para ser gerente de futebol, porém, com a saída de Nei Pandolfo no início de 2017, foi promovido a diretor de futebol.

 

Outro nome cogitado pelo Palmeiras é o de Rodrigo Caetano, do Internacional, que também se reuniu pessoalmente com membros da cúpula palmeirense nesta quinta-feira, em São Paulo. O clube nega que tenha havido o encontro. Antes de acertar com o novo treinador (que tem como principal alvo Jorge Sampaoli), o presidente Maurício Galiotte quer contratar um executivo. Outros nomes que agradam a cúpula palmeirense são Paulo Autuori (ex-Santos) e Paulo Pelaipe (Flamengo). Antes de procurar Diego Cerri, o Palmeiras fez uma proposta por Thiago Scuro, do Red Bull Bragantino, no entanto, o dirigente recusou, de acordo com informação do jornalista Jorge Nicola, ao Yahoo Esportes.

Segundo informação do portal UOL, Scuro acertou a renovação com o clube do interior até 2023. Lá, ele atua como CEO e tem carta branca para agir. O dirigente deve ter um orçamento geral de cerca de R$ 200 milhões para trabalhar na próxima temporada e a expectativa é de chegar ao menos até a Copa Sul-Americana. Um dos cotados agora é o diretor Diego Cerri, que está no Bahia desde 2016, contratado ainda na gestão do ex-presidente Marcelo Sant’Ana.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*