Atacante admite queda do Bahia no 2º tempo e espera que lesão não seja grave

"Fizemos um grande primeiro tempo", disse

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Após o empate em 1 a 1 com o Palmeiras neste domingo, na Arena Fonte Nova, o meia-atacante Élber destacou o bom primeiro tempo, porém, admitiu que o time caiu de rendimento na etapa final e abdicou de atacar, trazendo o time alviverde para o seu campo e tomando o gol de empate, por muito pouco não levando a virada. “Fizemos um grande primeiro tempo, tivemos grandes chances e não concluímos. No segundo, abdicamos de atacar e acabamos tomando o gol. Quanto mais a gente somar é o que importa”, disse, em entrevista à Rádio Metrópole.

 

O jogador também falou sobre o lance onde sentiu a lesão no adutor. Ele espera que não seja nada demais e possa atuar contra o Goiás na próxima rodada: “Eu acho que foi o lance quando saí na cara do gol do Weverton, o zagueiro me empurrou, a bola ficou longa, eu tentei esticar a perna e senti o adutor. Espero que não seja nada demais”, disse.

Com o resultado, o Bahia chega ao sétimo jogo seguido sem vencer no Campeonato Brasileiro. São seis jogos tropeçando em Salvador (Athletico, São Paulo, Ceará, Inter, Chapecoense e Palmeiras). O Esquadrão segue estagnado no 9º lugar com 43 pontos, no entanto, pode perder uma posição em caso de triunfo de Vasco ou Goiás que se enfrentam na segunda-feira em São Januário. Já o Palmeiras, o empate não ajuda muito, já que o Flamengo mesmo jogando com 10 homens, venceu o Grêmio em Porto Alegre com gol de Gabigol e aumentou a diferença para 13 pontos. Sendo assim, o Rubro-Negro Carioca pode ser campeão no próximo domingo mesmo sem entrar em campo. Basta o Palmeiras não vencer o Grêmio.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*