Élber admite incômodo com jejum do Bahia e ainda acredita no G-6

“Nós sabemos da qualidade de nosso time", disse o jogador

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

O Esporte Clube Bahia teve uma oportunidade de ouro para alcançar e até se firmar dentro do G-6. Nos últimos seis jogos, quatro foram em Salvador, onde o Tricolor vinha tendo um aproveitamento excelente. Porém, dos 12 pontos, somou apenas um contra o São Paulo. Foi derrotado por Athletico, Ceará e Internacional, perdendo ótima chance de voltar a entrar no grupo que dá vaga para pré-Libertadores e até mesmo de grudar no G-4, afinal, desses 12 pontos, 6 foram contra adversários diretos. O momento é instabilidade vem incomodando o grupo, foi o que admitiu o meia-atacante Élber, algo da entrevista desta segunda-feira (28) na sala de imprensa do Fazendão.

 

“Nós sabemos da qualidade de nosso time, da expectativa criada pelo torcedor, e isso nos incomoda bastante. São quatro jogos sem vencer. Mas, agora, não podemos também só ficar remoendo isso. Precisa ter cabeça fria e voltar logo a vencer, dentro ou fora de casa”.

Apesar dos resultados negativos em casa e a distância para o G-6 ter aumentado para 4 pontos, o jogador ainda acredita na conquista da vaga, porém, ressaltou que é preciso pensar jogo a jogo, a começar pelo Santos, adversário desta quinta-feira, na Vila Belmiro.

“A gente tem que fazer o maior número de pontos possível. Ir jogo a jogo. Não adianta pensar lá no final do campeonato. Tem mais dez jogos para serem disputados, tem que entrar em cada um como se fosse uma final, procurando vencer todos os jogos. Mas acho que uns 60 pontos, 63, é uma pontuação bacana, não para o G-4, mas acho que até o G-6 essa pontuação nos coloca numa briga lá”.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*