Com arbitragem confusa, Bahia perde para o Corinthians em Itaquera

Árbitro marcou dois pênaltis e deixou de marcar um para o Bahia

Foto: Marcos Ribolli

Corinthians e Bahia fizeram um duelo polêmico, com muitas intervenções do VAR e arbitragem confusa de Dewson Fernando Freitas da Silva, registrando a vitória do time paulista por 2 a 1 na noite deste sábado, na Arena em Itaquera, pela primeira rodada do returno do Campeonato Brasileiro. Os gols do Timão foram marcados por Vagner Love (pênalti) e Clayson, enquanto Gilberto (pênalti) fez para o Tricolor Baiano. Com o resultado, o Bahia perde sua invencibilidade de nove jogos e agora a maior sequência invicta da Série A pertence ao Flamengo com 7 triunfos seguidos. O Tricolor Baiano permanece no 7º lugar com 31 pontos, mas vê São Paulo e Corinthians se distanciarem, além disso, se o Internacional (6º com 33) vencer a Chapecoense, a distância para o G-6 aumentará para 4 pontos já que os paulistas chegaram aos 35 pontos. Além disso, o Bahia pode ser ultrapassado pelo Grêmio.

 

Em um primeiro tempo com duas bolas na trave do time mandante em menos de oito minutos e duas intervenções do VAR, o Corinthians foi para o intervalo vencendo pelo placar de 1 a 0 com arbitragem polêmica de Dewson Fernando Freitas da Silva que deixou de marcar um pênalti claro do volante Ralf em cima do meia-atacante Élber aos 35 minutos mesmo após revistar as imagens, e sete minutos depois voltou a consultar o VAR desta vez para assinar um pênalti também claro para o time paulista devido toque da bola no braço do zagueiro Juninho dentro da área. O atacante Vagner Love foi para a cobrança aos 43 minutos e abriu o placar para o Timão, na Arena de Itaquera.

No segundo tempo, assim como no primeiro, o Bahia seguia sem conseguir agredir os mandantes, porém, aos 15 minutos o árbitro voltou a utilizar a tecnologia do VAR para analisar um lance entre Clayson e Gregore dentro da área, e após demora para analisar o lance esquisito, onde o juiz entendeu que o corintiano cometeu falta no volante tricolor e apontou a marca da cal. Gilberto foi para a cobrança e empatou a partida, marcando o seu 11º gol na Série A e o de número 26 na temporada em 42 jogos. O Timão voltou a frente aos 29 minutos com um gol esquisito de Clayson, tocando por cima de Douglas e com Nino e Lucas Fonseca batendo cabeça na defesa.

Sem tempo para lamentações, o Esporte Clube Bahia já volta a campo na quarta-feira (25/09) para enfrentar o Botafogo, em partida marcada para iniciar às 21h30, na Arena Fonte Nova. O time carioca comandado pelo ex-tricolor Eduardo Barroca vem de derrota para o São Paulo, por 2 a 1, neste sábado, no Estádio Nilton Santos.

Deixe seu comentário

3 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*