Atacante exalta grupo do Bahia e sonha com Libertadores: ‘Não custa nada’

Lucca, porém, mantém os pés no chão e pensa jogo a jogo

Foto – Felipe Oliveira/EC Bahia

Na manhã desta sexta-feira (30), depois da última atividade visando o duelo contra o CSA, o atacante Lucca concedeu entrevista coletiva na sala de imprensa no Fazendão. O jogador, titular da equipe de Roger Machado, exaltou o grupo tricolor, destacando a união, nos momentos bons ou ruins. Ele também falou sobre a briga pelo G-6, que dá vaga na Libertadores, porém, mantém os pés no chão pensando jogo a jogo, mas frisa que não custa nada sonhar.

 

“O grupo é maravilhoso. Mesmo no momento difícil, depois da desclassificação na Copa do Brasil, o grupo manteve o mesmo clima, mesma serenidade. Fazia muito tempo que não via um grupo tão unido. Cada um respeita o momento do outro, isso é importante. Nas horas boas, o clima é ótimo. Nas horas ruins tem de estar sempre da mesma forma. Podem acontecer oscilações, mas a gente tem que saber lidar com todas as situações”, afirmou.

“É uma coisa que está todo mundo batendo na tecla todo dia. Direto vejo vocês da imprensa comentando. Mas a gente deixa para vocês. A gente está pensando jogo a jogo, pés no chão. A gente sabe que é difícil. Não custa nada sonhar”, falou se referindo a briga pelo G-6.

O atleta falou sobre as dificuldades que serão encontradas contra o CSA.“Jogo difícil, a gente sabe disso. Como todos os outros. Obviamente que a torcida cria otimismo, quer vencer de qualquer jeito. Mas a gente sabe que não é assim. A gente vai precisar impor nosso ritmo. É uma equipe que está passando por momento difícil, mas tem muita qualidade do outro lado. A gente viu os vídeos e sabe os pontos fortes. Tomar cuidado, mas jogar como estamos jogando”, declarou.

Confira o áudio completo da entrevista:

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*