Marcelo Sant’Ana não faz mais parte do quadro de conselheiros do Bahia

Sant’Ana fundou em 2019 a Footway Group, empresa que agencia atletas.

Sob alegação de falta de tempo para participar das reuniões do conselho, Marcelo Sant’Ana não faz mais parte do quadro de conselheiros do clube. A decisão de renúncia foi comunicada na última segunda-feira (29), durante a reunião do Conselho Deliberativo e reportado nesta quarta-feira pelo jornalista Ulisses Gama do Site Bahia Noticias. Com a saída de Sant’Ana, Emerson Silva Santos assume o cargo até o final de 2020. Mesmo com a renúncia, o processo de Marcelo segue na comissão de ética do Conselho.

 

Vale lembrar que ainda no mês de maio desde ano o grupo de sócios Mais Bahia entrou com uma representação no Conselho Deliberativo pedindo a investigação pela comissão de ética das atividades profissionais do ex-presidente Marcelo Sant’Ana, hoje conselheiro do clube. Mandatário entre 2015 e 2017, Sant’Ana fundou em 2019 a Footway Group, empresa que agencia atletas.

Ele participou da negociação que levou o volante Nilton do Bahia para o CSA – o que foi confirmado pela própria empresa em suas redes sociais. O estatuto do Bahia diz que “não poderá fazer parte de quaisquer poderes do clube […] o associado que mantenha com o Bahia qualquer tipo de relacionamento profissional na condição de agente ou procurador de atletas ou como sócio dos que exerçam tais atividades

Na ocasião também em entrevista ao site Bahia Notícias, Marcelo Sant’Ana alegou que “a nossa empresa não recebeu nada do Bahia. Fizemos porque fomos procurados pelo CSA”

O ex-mandatário disse estar licenciado do cargo de conselheiro desde janeiro, quando fundou a empresa, e que trata-se de retaliação do Mais Bahia, derrotado por ele em 2014. “Quando fui presidente existia conselheiro que era agente de atleta, ativo no clube, e jamais o Conselho fez questionamentos”, disse.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*