Meia cogitado no Bahia no início do ano vai derrubar TABU no Paulistão

Jean Mota conquistará feito que desde 1999 não acontece

Foto: Marcos Ribolli

O meia Jean Mota, que ficou muito perto de reforçar o Esporte Clube Bahia no início do ano, vai derrubar um TABU que já dura desde 1999, ano que o meia Alex foi artilheiro isolado do Campeonato Paulista com 12 gols marcados vestindo a camisa do Palmeiras. De lá para cá, nenhum jogador que não fosse atacante conseguiu ficar no topo da artilharia ao final do Estadual de forma isolada.

O ex-jogador Elano até foi artilheiro do Paulistão em 2011, quando atuava pelo Santos, porém, dividiu a artilharia com o atacante Liedson, do Corinthians, ambos com 11 gols assinalados. Jean Mota tem 7 gols marcados e está perto de conquistar esse feito, já que é improvável ser alcançado pelo atacante Gustagol, do Corinthians, com 4 gols, que teria que anotar um hat-trick na final de domingo contra o São Paulo, para igualar a marca do meia santista.

 

Curiosamente, Jean Mota iniciou a temporada numa lista de dispensa do Santos e chegou a ficar apalavrado com o Bahia. O seu empresário deu como certa a chegada dele à Salvador, no entanto, o técnico Jorge Sampaoli barrou a saída do atleta e apostou nele. Deu no que deu. Titular, artilheiro e vivendo sua melhor fase na equipe santista. Na competição estadual, Jean marcou gols contra Ferroviária, São Bento, Bragantino, Ituano, Mirassol e Guarani (duas vezes).  No total, são 21 jogos na temporada e 9 gols marcados (dois pela Copa do Brasil).

Deixe seu comentário

7 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*