BA-VI: Torcida do Bahia volta a pedir a demissão de Enderson Moreira

No apito final, torcedores entoaram o coro “Queremos treinador”

Foto: Augusto Gomes

A paciência do torcedor do Bahia definitivamente acabou e o alvo principal é o técnico Enderson Moreira, que nunca foi uma unanimidade desde sua chegada quando logo de cara perdeu a Copa do Nordeste para o modesto Sampaio Corrêa em plena Arena Fonte Nova. Em 2019, o ano não começou bom para o treinador que foi eliminado na primeira fase da Copa Sul-Americana e na Copa do Brasil passou de fase com as calças na mão diante dos tímidos Rio Branco do Acre e Santa Cruz de Natal.

Neste domingo, o treinador teve uma nova chance de tentar trazer o torcedor para o seu lado, porém, jogando novamente um futebol aquém daquilo que se espera, o Bahia ficou no empate sem gols com o Vitória, jogando boa parte do segundo tempo com um homem a mais e mesmo assim não aproveitando as poucas oportunidades criadas. O empate, que já seria ruim de uma forma ou outra, se tornou um pesadelo já que o Esquadrão deixou o G-4 do Campeonato Baiano e corre sério risco de não avançar para as semifinais do decadente campeonato da FBF. O técnico Enderson Moreira foi vaiado e xingado ao longo do jogo. No apito final, torcedores entoaram o coro “Queremos treinador”.

O Bahia volta à campo na quarta-feira (13) para enfrentar o Sergipe, às 19h30, na Arena Fonte Nova, pela sexta rodada da Copa do Nordeste. Depois, no domingo encara o Jequié, no Waldomiro Borges, pela última rodada do Baianão, precisando vencer e torcer contra os quatro primeiros colocados para conseguir a classificação para as semifinais. Se Vitória, Atlético de Alagoinhas OU Vitória da Conquista empatar, e o Bahia vencer, garante um lugar no G-4. No caso do Bahia de Feira, só passaria em caso de uma derrota do Tremendão.



VEJA TAMBÉM

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*