“Respeito muito o Palmeiras, mas estou muito esperançoso”, diz técnico do Bahia

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

O Esporte Clube Bahia define seu futuro na Copa do Brasil nesta quinta-feira (16), em duelo decisivo contra o Palmeiras, marcado para 19h15, no Pacaembu, em São Paulo (SP), buscando alcançar pela primeira vez na história do clube uma classificação para a semifinal do torneio nacional. Em entrevista ao programa de rádio oficial do clube, o técnico Enderson Moreira falou sobre a decisão, e principalmente sobre o adversário, o qual ele diz respeitar muito, no entanto, o treinador afirmou estar muito esperançoso na equipe para conquistar essa classificação.

“Nossa primeira partida aqui na Fonte Nova foi ótima, duas equipes que brigaram muito pelo controle da partida. Respeito muito a equipe do Palmeiras, muito poderosa em termos de torcida, financeiro, poder contratar o jogador que tem em mente. Mas estou muito esperançoso com nossa equipe. Tenho uma ideia muito forte da gente conseguir a classificação se a gente fizer um jogo como fizemos na Fonte nova. Defender quando não tem a bola e atacar quando tem. Não podemos abrir mão disso. Esse é o caminho para conquistar a classificação e os triunfos que temos buscado”.

Veja abaixo outro trecho da entrevista:



“Claro que quando a gente chega no clube esse primeiro momento é complicado. Os atletas estavam em processo desgastante de jogos decisivos, sempre com muita pressão, tendo que vencer jogos onde a possibilidade de erro era mínima. Foi um momento complicado. Cheguei no olho do furacão, sem tempo para treinar e tendo que fazer algumas coisas. Fui conhecendo os atletas, passando a forma que achava interessante de jogar. Eles compraram a ideia, colocaram em prática. A partir do jogo contra a Chapecoense tivemos uma postura diferente, o time colocou em campo o que tinha passado. A partir daquele momento tivemos atuações consistentes, um time que joga para vencer, marca bem, tem posse de bola, é agressivo, busca o resultado. Mesmo que o resultado tenha escapado em algum momento, a gente nunca deixou de acreditar, competir e lutar para trazer triunfo para os torcedores”, finalizou o treinador.

VEJA TAMBÉM: Bahia de Enderson quer fazer história na Copa do Brasil

Deixe seu comentário