Atacante da Seleção Colombiana é condenado a 16 meses de prisão

Acusado de fraude fiscal em 2012 e 2013, quando jogava pelo Atlético de Madrid, o atacante colombiano Falcao García foi condenado a 16 meses de prisão pela Justiça espanhola nesta quarta-feira, além de ser multado em 9 milhões de euros (cerca de R$ 38.327.163,00). As informações são do jornal “Record” de Portugal. A pena de prisão, porém, está suspensa porque é inferior a dois anos.

A Justiça afirma que o jogador não teria declarado 882.609 euros (R$ 3.758.655,00), em 2012, e € 4.839.253 (R$ 20.608.316), em 2013, com objetivo de conseguir benefícios fiscais. Falcao foi convocado recentemente pela seleção colombiana e disputará a Copa do Mundo da Rússia.



O atacante jogou na Espanha entre 2011 e 2013. Depois de sair do Atlético de Madrid, passou pelo Monaco, Manchester United, Chelsea e retornou ao clube francês em 2016. Hoje com 32 anos, Falcão ainda não sabe se continua na França e é especulado no mercado americano.

Carille quer diretor do Bahia para comissão técnica na Arábia Saudita

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*