Triunfo do Bahia foi merecido, porém, contratações se mostram necessárias

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Bahia 1 x 0 Santos. Triunfo merecido. O Tricolor foi superior ao Santos e tentou muito mais. Não soube fazer o gol logo e sofreu muito por isso. Porém, o time do Guto Ferreira demonstra algumas limitações técnicas, mas não foi nem de longe o desastre da estreia. Ainda assim, contratações se mostram necessárias. Mas hoje vi vontade, triangulação e luta, muito diferente do último domingo, contra o Inter.

Guto tem seus problemas, mas hoje não dá para culpar o treinador em tudo. Ele não tem culpa que Edigar Junio está mal o ano inteiro, não ganha uma dividida, sempre atrasado nas sobras. Ele não tem culpa que Léo e Nino não acertam um cruzamento (neste aspecto Nino vem decepcionando).

E, excetuando o fato de colocá-los em campo, também não tem culpa que Régis e Allione só entram mal (dois reforços desejados e celebrados por esta chatíssima torcida do Bahia que vaiou Zé Rafael em mais um boa partida que fez).

O Bahia como um todo foi bem contra um time qualificado. Sem muitos erros de marcação defensivos que são o que mais têm comprometido o tricolor no ano. Produziu bastante ainda que finalize muito mal (este ainda um erro mais do que recorrente no ano)

Felizmente, o time vem estreando muito mal, mas se recuperando. Torcer para manter a tônica. Agora, tirando o peso da derrota da estreia e apagando a péssima imagem, podemos ir com mais tranquilidade nos próximos jogos.

Acredito que um misto contra o Botafogo PB seja mais que suficiente para enfrentarmos o Atlético-PR (que está vindo forte este ano), além da estreia na Copa do Brasil, pois temos chance contra o Vasco.

Zé Duarte, torcedor do Bahia, amigo e colaborador do Futebol Bahiano.



Deixe seu comentário