Bahia receberá benefício e ficará com porcentagem de Hernane. Saiba mais!

A saída do jogador corresponde a uma economia de quase R$ 3 milhões

Apesar de tudo acertado, inclusive com Hernane já presente em solo gaúcho para fazer exames e assinar contrato com o Grêmio, os detalhes da negociação ainda não foram revelados. Porém, de acordo com o site Globoesporte, o Bahia receberá um “benefício” pela liberação do jogador – certamente uma compensação financeira, além disso, ficará com uma porcentagem dos direitos econômicos, podendo lucrar em caso de uma venda futura.

Hernane rescindiu contrato de forma amigável com o Bahia e vai assinar com o time de Porto Alegre em definitivo até o fim de 2018, podendo prorrogar o vínculo. As conversas foram intermediadas pelo empresário Paulo Pitombeira, da Talents Sports, que tem “bom trânsito” no clube baiano, o que facilitou e agilizou o acerto, e também boa relação com André Zanotta. A saída do jogador corresponde a uma economia de quase R$ 3 milhões ao Esquadrão, afinal, seu salário girava na casa dos R$ 250 a R$ 300 mil (com luvas e comissão).

O “Brocador” será o primeiro centroavante contratado pelo Grêmio para a temporada 2018, quando disputará Recopa Sul-Americana e Copa Libertadores, além de Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro. Ele chega para suprir a saída de Lucas Barrios e no clube vai disputar posição com outro ex-tricolor, o “Cruel” Jael.

Após quase um ano sem balançar as redes, Hernane voltou a marcar no último jogo do Bahia pelo Campeonato Baiano. O centroavante saiu do banco e marcou três vezes comandando a goleada sobre o Vitória da Conquista por 6 a 1. Antes desse jogo, o Brocador já vinha negociando com o Grêmio, que antes tentou André, porém, o Sport-PE dificultou o negócio. Hernane chegou a ser alvo de interesse do Fluminense, no entanto, as conversas sequer iniciaram.

VEJA:

Veja os gols: Quarentão ex-Bahia marca três vezes em goleada do Operário

Hernane desembarca em Porto Alegre querendo “disputar coisas grandes”

Deixe seu comentário