A exclusão do POVÃO dos jogos do Bahia na Fonte Nova

Importante se estabelecer novamente esse DEBATE, mas de logo adianto que NÃO consigo entender os que defendem a idéia de que NÃO comporta mais ingressos populares no futebol, pois alegam que os tempos são outros. Alguns ainda afirmam que os valores dos ingressos são normais e que não são determinantes para os esvaziamentos das arquibancadas de todo o Brasil, especialmente da Bahia e no Esporte Clube Bahia que nesse final de semana ao enfrentar o Botafogo-RJ, PODE bater recorde de público do clube no atual campeonato se colocar 34 mil torcedores da Fonte Nova.

Já cansei de apresentar FATOS para ilustrar a minha defesa em estabelecer ingressos populares, sobretudo por ser BENÉFICO para todos os envolvidos, mas farei uma breve defesa do que defendo para ver se consigo desfazer essa ABERRAÇÃO de normalizar a exclusão do POVÃO das arquibancadas.

A princípio quero que imaginem sendo publicado rotineiramente que a torcida do Baêa voltou a encher as arquibancadas, isso SIM entendo como MARKETING positivo e que traria benefícios de todos os lados. As empresas adorariam que seus produtos se identificassem com a marca Baêa em constante e intensa visibilidade; estádio lotado seria resgatado a ALMA tricolor nas arquibancadas e o time em campo jogaria com UM a mais; arena, apesar de valores menores, arrecadaria muito mais do que arrecada. Enfim, não vejo quem sairia perdendo com a popularização dos ingressos.

Vejo como 100% POSITIVO uma promoção, tipo 20 reais para 80% das arquibancadas, será que não percebem que o risco de cair para a SEGUNDA é possível e ai SIM financeiramente CATASTRÓFICO???? Será que não percebem que uma promoção OUSADA ao invés de prejuízo seria um INVESTIMENTO muito lucrativo???? Vale a pena IGNORAR e continuar EXCLUINDO o POVÃO e correr o risco dum retrocesso????

Lourival de Paulo. Torcedor do Bahia e amigo do BLOG