Cauly comenta gol anulado contra o River-PI e estado do gramado

“A gente veio confiante para buscar o triunfo, mas sabia que seria um jogo difícil", disse.

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

O Esporte Clube Bahia perdeu a invencibilidade atuando com o time principal ao perder no último sábado para o River-PI, por 1 a 0, fora de casa, pela 2ª rodada da Copa do Nordeste. Em entrevista após a partida, o meia Cauly admite que a má condição do gramado do Estádio Albertão atrapalhou a equipe, mas que isso não deve ser utilizado como desculpa para a derrota.

 

“Encontramos dificuldades, o campo em más condições também, mas nós não devemos encontrar desculpas. Tomamos o primeiro gol, o que complica o jogo, mas ainda assim conseguimos crias bastante. Infelizmente não aproveitamos as chances. É manter a cabeça boa, a mente do grupo está boa, é manter a positiva e partir para a próxima”, disse o meia, ao Canal do Puco.

“Com certeza, o gramado em mau estado, mas não temos o que fazer. Temos que estar preparados. A chuva faz parte também. Mas com certeza é uma grande diferença para o que estamos acostumados […] A gente tem que saber que esses jogos fora de casa são meio difíceis, não encontramos campos como o que estamos acostumados na Fonte Nova. Mas, como eu falei”.

O camisa 8 também falou sobre o gol anulado de Thaciano, que emendou uma bicicleta, e o árbitro sinalizou jogo perigoso. Vale frisar que o atleta estava em posição irregular, mas o assistente não levantou a bandeira, e na Copa do Nordeste não existe o árbitro de vídeo.

“Vimos que não foi nada, o Thaciano fez o gol e o jogador deles tropeçou no Thaciano depois que ele estava no chão. Os jogadores deles nem reclamaram. O árbitro disse que foi falta, não sei… É isso, não tem como mudar essas situações. É manter a cabeça boa, a energia do grupo e voltar no próximo jogo”.

Autor(a)

Fellipe Amaral

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário