“Estou mais maduro e preparado para jogar a Série A em alto nível”, diz atacante do Bahia

Apesar do bom início no Bahia, o camisa 11 admite que não está em seu melhor nível

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Contratado junto ao Toulouse, da França, o atacante Rafael Ratão já disputou 10 jogos com a camisa do Bahia (8 deles como titular), marcando três gols e dando duas assistências. Em três dos quatro últimos triunfos do Esquadrão, o jogador balançou as redes (contra América-MG, Coritiba e Goiás). De volta ao futebol brasileiro após passar cinco anos na Europa, o jogador acredita estar mais maduro e pronto para jogar a Série A em alto nível.

 

“Depois de dez anos, poder jogar a Série A. Joguei apenas uma vez, pela Ponte Preta, que me revelou. Esse foi um objetivo, jogar a Série A mais maduro. Dez anos se passaram. Estou mais maduro, preparado para jogar a Série A em alto nível. Muito contente de poder jogar num grande clube, que é o Bahia, de torcida, projeto que é o Manchester City. Certeza que tem muito a evoluir, já está evoluindo com a chegada do Ceni”, disse o atacante, em entrevista ao ge.

Apesar do bom início no Bahia, o camisa 11 admite que não está em seu melhor nível e busca ainda se adaptar ao futebol brasileiro para ajudar o Bahia.

“Ainda não estou no meu momento ideal, me adaptando ao estilo de jogo do Brasil. Querendo ou não, com Paiva era um estilo de jogo, com Ceni é outro. Querendo ou não, há uma diferença até se adaptar. Eu vindo da Europa, estava em pré-temporada, foi o décimo jogo que fiz agora. Começando a encaixar ao estilo do Rogério Ceni, ao futebol brasileiro, entendendo mais agora”, explicou.

“Estou me sentindo bem, cada jogo melhor, e quando a gente faz gol a confiança aumenta. Estou confiante, tenho certeza que nesses 13 jogos [restantes] vou poder ajudar o Bahia com mais gols, assistências, ajudando no jogo, jogando um futebol alegre, que é aquilo que sei fazer. E o mais importante é ajudar o Bahia. Espero estar no meu melhor nível a cada jogo para poder ajudar o Bahia”, complementou.

 

 

 

Autor(a)

Fellipe Amaral

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: [email protected]

Deixe seu comentário