Osvaldo acredita que a falta de confiança vem atrapalhando o Vitória

Osvaldo, de 35 anos, acredita que a falta de confiança vem contribuindo com o baixo rendimento do time.

FOTO: Pietro Carpi/ECV

O Esporte Clube Vitória encerrou 2022 com o acesso heroico na Série C do Brasileiro, manteve boa parte da base do time do ano passado, reforçando o elenco com contratações pontuais, porém, vive um início de temporada complicada, correndo o risco de ficar de fora da semifinal do Campeonato Baiano pelo 5º ano seguido e também de eliminação na Copa do Nordeste. Um dos reforços do Rubro-Negro para 2023, o atacante Osvaldo, de 35 anos, acredita que a falta de confiança vem contribuindo com o baixo rendimento do time.

 

“Acho que falta confiança. Um jogador de alto rendimento precisa de confiança. A gente não vem tendo essa confiança. Se a gente encaixar duas, três vitórias, tenho certeza de que vai ser um outro ânimo, outra equipe dentro de campo. A gente tem jogado um pouco pressionado, porque os resultados não estão vindo. Mas agora é juntar forças”, disse. 

Além da falta de confiança, Osvaldo citou a maratona de jogos como fator crucial para a sequência negativa do time. “Agora tem esses três, quatro dias, para o professor Léo Condé colocar o que ele acha na nossa equipe, para a gente já poder entender um pouco mais a forma que ele gosta de trabalhar. Depois da pré-temporada, praticamente a gente não teve tempo para treinar. Um jogo atrás do outro. São, se eu não me engano, 12 jogos em pouco mais de um mês. Praticamente impossível treinar. Aqueles que jogam mais geralmente fazem trabalho de recuperação. Os jogadores que treinam são mais aqueles que não vêm tendo minutagem”.

Osvaldo saiu do banco no último sábado e marcou seu primeiro gol pelo Vitória, sendo decisivo no empate com o ABC, por 1 a 1, no Barradão, pela 4ª rodada da Copa do Nordeste.

“Venho buscando esse gol há alguns jogos. Por onde passei, sempre fui mais um cara de dar assistência. Nunca fui um goleador. Mas, para um atacante, é sempre bom estar fazendo gols. Para mim, é uma satisfação muito grande poder marcar esse primeiro gol vestindo a camisa do Vitória. Tira um peso. Você joga um pouco mais leve”, pontuou o jogador.

Autor(a)

Fellipe Amaral

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário