Dabove vê expulsão como determinante para derrota do Bahia: “Complicou o jogo”

“Penalidade e o cartão foram determinantes", disse o treinador.

Foto: Divulgação/E.C. Bahia

O Esporte Clube Bahia voltou a fracassar no Campeonato Brasileiro da Série A. Na noite desta terça-feira, abrindo a 24ª rodada, o Esquadrão até saiu na frente com gol de pênalti marcado por Gilberto, mas teve o volante Lucas Araújo expulso após cometer pênalti, e acabou sofrendo a virada, sendo derrotado por 3 a 1. Róger Guedes (pênalti), Cantillo e Jô marcaram os gols do time paulista. Em entrevista após o jogo, o técnico Diego Dabove frisou que o lance foi determinante para o revés fora de casa.

 

“Penalidade e o cartão foram determinantes, principalmente em um jogo como esse. Era uma partida igual. Mas uma fatalidade dessa, e diante de um rival como esse, complicou o jogo”.

O treinador explicou a escolha por começar o jogo com Thonny Anderson na vaga de Rodallega, vetado pelo DM. “Estava no planejamento que Thonny teria chance. Ele estava trabalhando bem, mereceu uma chance, e se esforçou bastante”.

Com o revés, o Bahia segue com 23 pontos na 17ª colocação e chega a quatro jogos sem vencer, porém, ainda pode cair para o 18º lugar em caso de vitória do Grêmio sobre o Cuiabá nesta quarta-feira em Porto Alegre. Na sequência da competição, o Bahia volta a jogar fora de casa. No próximo sábado (09), enfrenta o Athletico Paranaense, às 19h, na Arena da Baixada, pela 25ª rodada.

VEJA TAMBÉM

Deixe seu comentário!

1 Trackback / Pingback

  1. Expulso contra o Corinthians, Lucas Araújo não enfrenta o Athletico-PR

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*