Técnico do Fortaleza assume culpa por derrota para o Bahia

Juan Pablo Vojvoda isentou os seus jogadores de culpa e assumiu a responsabilidade

O Fortaleza teve sua sequência invicta de seis jogos interrompida no último sábado ao perder para o Esporte Clube Bahia por 4 a 2, no Estádio de Pituaçu, pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro. O time baiano chegou a abrir 3 a 0, com três de Rodallega, viu a equipe cearense reagir marcando dois gols, mas o colombiano anotou o quarto e fechou a conta. Após a derrota, o treinador Juan Pablo Vojvoda isentou os seus jogadores de culpa e assumiu a responsabilidade pelo resultado ruim em Salvador.

 

“O responsável sou eu. Não quero delegar responsabilidades. O máximo responsável sempre é o treinador, que nesse caso, sou eu”, afirmou Vojvoda.

Se Rodallega estava em um dia inspirado, o goleiro Marcelo Boeck teve uma noite infeliz diante do Bahia, falhando em dois dos quatro gols sofridos pelo Fortaleza na partida. Vojvoda saiu em defesa do arqueiro.

“Os goleiros estão expostos a erros e faz parte da profissão. Quem joga futebol há muito tempo sabe que goleiros estão sempre expostos a análises muito detalhadas de jornalistas, treinadores e público. É uma posição muito difícil. Marcelo, Felipe e Max são bons goleiros e cada um tem suas características para fazer da melhor maneira”, defende Vojvoda.

Ele também explicou porque não mudou o time no intervalo. “Acho que no intervalo queria dar mais confiança aos jogadores que estavam fazendo os primeiros 45 minutos. Não via nenhum jogador muito abaixo. Na partida contra o Cuiabá fizemos duas mudanças (no intervalo) e hoje a mudança foi no minuto 10 do segundo tempo. Não acho que tem muita diferença por 10 minutos a mais ou a menos”.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*