Campeonato Intermunicipal começará em novembro e terá novo troféu

Anteriormente, em 2020, o torneio não ocorreu devido a pandemia do coronavírus

Por decisão da Federação Bahiana de Futebol (FBF), a Taça do Intermunicipal modificou alguns detalhes. A princípio, o desenho do troféu, agora, passará a ser padronizado na cor dourado para todas as edições. Com projeção inicial para iniciar em novembro, a competição terá início das inscrições a partir do dia 15 de novembro. Antes de mais nada, até o momento, aproximadamente 40 seleções oficializaram o interesse em participar do Intermunicipal.

 

Anteriormente, em 2020, o torneio não ocorreu devido a pandemia do coronavírus. Contudo, com cautela e preparação ampliada, o Intermunicipal se prepara para reativar o certame baseado em todos os protocolos de saúde.

A COMPETIÇÃO

O Intermunicipal foi criado em 1946 e entre os grandes craques revelados no campeonato, é possível citar nomes como Raimundo Nonato, o Bobô, campeão brasileiro pelo Bahia e que iniciou a carreira na Seleção de Senhor do Bonfim entre 1983 e 1984; Aldair, zagueiro tetracampeão do mundo pelo Brasil, que começou na Seleção de Ilhéus; Edílson Capetinha, penta campeão mundial com a Seleção Brasileira e revelado pelo selecionado de Castro Alves, em 1988 e 1989; Júnior Nagata, também penta pelo Brasil e que começou na Seleção de Santo Antônio de Jesus, em 1993; Júnior Baiano, ex-zagueiro da Seleção e grandes clubes como Flamengo e São Paulo, revelado em 1987 pela Seleção de Poções; Liédson, campeão da Libertadores da América 2012 pelo Corinthians e ex-atacante da Seleção de Portugal, que iniciou na Seleção de Valença, inclusive sendo artilheiro em 1999, com 16 gols; Vandick, que defendeu a Seleção de Conceição do Coité, além de Bahia, Flamengo e Paysandu; Charles, revelado na Seleção de Itapetinga e campeão brasileiro pelo Bahia; Washington, que iniciou na Seleção de Valença e fez história no Atlético (PR) e no Fluminense; Jorge Campos, que atuou na Seleção de Ipiaú e passou por Bahia e Atlético (MG); Claudir que começou na Seleção de Vitória da Conquista e também foi campeão brasileiro pelo Bahia.

Entre os mais recentes, estão em atividade no país o atacante Neto Berola, que deu seus primeiros passos no futebol pela Seleção de Buerarema, em 2008, passou no Vitória, Atlético (MG), futebol árabe, Santos, Coritiba, CSA, América (MG); o zagueiro Paulão, com passagens por Cruzeiro, onde foi campeão brasileiro, Internacional e Vasco; o atacante Rodrigão, que atuou pela Seleção de Itapetinga, passou por Boa Esporte, Campinense, Santos, Bahia, Avaí e Coritiba, entre outros.

Deixe seu comentário!

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*