Bahia visita o Grêmio com problemáticas agudas: jejum e aproveitamento negativo

Com o retrospecto negativo, o Esquadrão de Aço impediu o acúmulo de "gordura"

Após a demissão do técnico Dado Cavalcanti, Tricolor tem árdua missão longe de Salvador. Bahia precisa vencer time gaúcho para se recuperar
Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

A complexidade do futebol engloba pensamentos distintos para cada amante do esporte mais popular do mundo. Há quem diga que treinador tem limite de vida dentro de um clube. Por exemplo, o limitado prazo do técnico Dado Cavalcanti, no Esporte Clube Bahia, chegou ao fim na última terça-feira (17). Consequência da fase negativa do Tricolor: seis jogos sem vencer na Série A do Brasileirão. Além disso, o desempenho ruim contra times do Z-4 também causou a demissão antes do término do 1° turno.

 

A derrota, por 2 a 1, diante do Atlético-GO, no último domingo (15), somou-se ao empate com o Cuiabá, as derrotas para Sport (14ª rodada) e América-MG (8ª rodada). Com o retrospecto negativo, o Esquadrão de Aço perdeu o acúmulo de “gordura”, construído no início da competição.

Do mesmo modo, assistiu a engrenagem dos adversários diretos na Série A, como o próprio Dragão, o qual abriu cinco pontos de vantagem. Agora, visitar o Grêmio, neste sábado (21), às 19h, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre-RS, pela 17ª rodada do Brasileirão, passou a ser considerado teste decisivo do 1° turno.

O time gaúcho está na vice-lanterna, com 13 pontos, cinco a menos que o Bahia. Ou seja, em caso de uma nova derrota, a vantagem cai para cinco pontos. Vale destacar que, a zona de degola, está a somente três pontos da equipe baiana, que aparece na 13ª colocação com 18 pontos.

Com a demissão de Dado Cavalcanti, o Bahia será comandado diante do Grêmio pelo português Bruno Lopes, treinador do time de transição. Ele assumiu a equipe interinamente e após a partida, passará o bastão para o argentino Diego Davobe, que se encontra com a delegação neste sábado em Porto Alegre e assistirá o confronto do camarote da Arena do Grêmio.

Além de Grêmio e Bahia, teremos outros dois jogos neste sábado pela 17ª rodada da Série A. Após vencer o Bahia em Pituaçu, o Atlético-GO recebe às 17h, no Antônio Accioly, a lanterna Chapecoense, que ainda não venceu na competição. Quem também entra em campo é o Fortaleza, que encara o Juventude, às 21h, no Estádio Alfredo Jaconi. O Leão do Pici pode assumir a vice-liderança.

JOGOS DA 17ª RODADA DA SÉRIE A

SÁBADO, 21/08
17h00 – Atlético-GO x Chapecoense
19h00 – Grêmio x Bahia
21h00 – Juventude x Fortaleza

DOMINGO, 22/08
11h00 – Palmeiras x Cuiabá
16h00 – Ceará x Flamengo
16h00 – Athletico-PR x Corinthians
18h15 – Santos x Internacional
20h30 – Sport x São Paulo

SEGUNDA, 23/08
20h00 – Fluminense x Atlético-MG
20h00 – América-MG x Bragantino

 

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*