Bahia busca quebrar jejum de uma década contra o Fluminense no Rio

Há uma década, exatamente no dia 18 de junho de 2011, o Bahia venceu o Fluminense, por 1 a 0.

Último triunfo do time baiano fora de casa diante do Fluminense foi no dia 18 de junho de 2011. Jobson marcou o único gol, nos acréscimos
Foto: Lucas Merçon / Fluminense F.C.

O Esporte Clube Bahia possui um retrospecto negativo contra o próximo adversário na Série A do Campeonato Brasileiro 2021. Diante do Fluminense, o Tricolor baiano disputou 50 jogos. Desses, ganhou menos da metade do número de triunfos do rival, 10, contra 23. Todavia, o detalhe que chama mais atenção é a respeito do último resultado positivo do Esquadrão de Aço no Rio de Janeiro.

 

Há uma década, exatamente no dia 18 de junho de 2011, o Bahia venceu o Fluminense, por 1 a 0. O único gol da partida, válida pela 5ª rodada do Brasileirão, saiu dos pés do atacante Jobson, nos acréscimos do segundo tempo.

Isso significa que, além de objetivar a quebra do jejum de sete jogos sem vencer, o Tricolor baiano vai precisar passar por cima também desse incômodo jejum de 10 anos sem resultado positivo frente ao Tricolor das Laranjeiras.

De modo geral, o último triunfo do Esquadrão frente ao Flu aconteceu há quatro jogos. Na ocasião, o Bahia bateu o Fluminense, por 3 a 2, na Série A 2019. Artur e Gilberto (duas vezes) marcaram a favor do time baiano. Por outro lado, Pedro e João Pedro descontaram para a equipe carioca.

Somente pelo Brasileirão, a agremiação da Cidade Maravilhosa venceu 21 dos 45 duelos disputados. Em contrapartida, o clube de Salvador liquidou 9 confrontos. No mais, 15 partidas terminaram empatadas.

Nesse sentido, o mais recente dos jogos fora de casa do Bahia acabou com o placar de 1 a 0. Nenê, de pênalti, marcou o gol da vitória tricolor, no Campeonato Brasileiro 2020.

Portanto, Fluminense e Bahia se encontram na noite desta segunda-feira (30), às 19h, pela 18ª rodada do Brasileirão. Em conclusão, a partida acontece no Estádio Jornalista Mário Filho (Maracanã), no Rio de Janeiro-RJ.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*