Dado enfrenta pior sequência no Bahia com derrotas consecutivas

"Lógico que incomoda uma sequência negativa", disse o treinador.

Nos últimos quatro jogos disputados, contabilizando Série A e Copa do Brasil, Tricolor soma 11 gols sofridos sob comando do técnico Dado
Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia / Divulgação

A campanha do Esporte Clube Bahia na Série A do Campeonato Brasileiro levou a equipe a assumir, até a 14ª rodada, a 9ª colocação, com 17 pontos conquistados. A dois dias de enfrentar o Sport, no Estádio de Pituaçu, às 18h15, o Tricolor vive seu pior período na temporada. Juntamente com as recentes atuações na Copa do Brasil, o clube soma quatro derrotas consecutivas.

 

Pelo Brasileirão, desceu uma casa mediante a derrota por 3 a 0 para o Atlético-MG. Já pela Copa BR, após ser novamente superado pelo Galo, agora, por 2 a 0, precisará superar as dificuldades e, sobretudo, a vantagem do time mineiro para continuar no torneio.

Desde que assumiu a equipe principal em dezembro de 2020, o técnico Dado Cavalcanti também vive sua pior sequência no Bahia. Anteriormente, o comandante tricolor havia ficado sem vencer quatro jogos apenas uma vez, entre as 33ª e a 37ª rodadas da Série A de 2020. Na ocasião, ele perdeu dois confrontos e empatou outros dois.

Influência da falta de eficiência de defesa e ataque

Acima de tudo, os reveses do Esquadrão, sob comando de Dado, caminham por aspectos defensivos tanto quanto ofensivos. Nas últimas quatro partidas, o Bahia levou 11 gols. Como resultado, possui a segunda pior defesa da elite do futebol brasileiro, com 22 gols sofridos. O número só perder para o da Chapecoense, última colocada da competição, vazada em 24 vezes.

Mais a frente, no setor de ataque, a situação também beira o abismo. Em síntese, o Esquadrão vive um jejum  nas últimas quatro partidas que disputou. Dessa forma, já tem a maior abstinência em toda temporada. Antes de mais nada, esse episódio ocorreu pela última vez em julho de 2019, entre jogos pela Série A e Copa do Brasil.

“Lógico que incomoda uma sequência negativa, de gols tomados e gols não feitos. Porém, os números de hoje [contra o Atlético-MG] nos trouxeram pelo menos uma luz no fim do túnel. Nossa equipe foi mais criativa, finalizou bem mais, chegou ao gol adversário, não só contra-atacando, mas também jogando, voltamos a jogar. A verdade é essa. Voltamos a ter um pouco mais posse de bola. E, quando a gente tem a posse da bola, a gente consegue criar situações de gol, como aconteceu hoje”, analisou Dado após o jogo contra o Atlético-MG.

logo, o treinador Dado Cavalcanti terá mais uma oportunidade de mostrar serviço e, portanto, aprisionar  a fase ruim do Bahia no próximo domingo (1), contra o Leão da Ilha. O duelo está agendado para iniciar às 18h15, em Pituaçu.

Comentários:

1 Comentário

  1. BELLITANI Blá blá blá conhecido também como EURICO !!!! Único a manter no clube um treinador SUB 23 !!!! Gestão que está Impedindo o crescimento do BAEAAAA !!!! Gastando errado e de forma irresponsável o maior orçamento de um clube do norte e nordeste !!! Afastando o SÓCIO TORCEDOR !!!!!

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*