Bahia, Vitória e Juazeirense conhecem adversários nas oitavas da Copa do Brasil

O calendário da CBF prevê que os jogos de ida e volta sejam realizados entre o final de julho e o começo de agosto

A Confederação Brasileira de Futebol realizou na tarde desta terça-feira o sorteio dos confrontos das oitavas de final da Copa do Brasil. Diferente das outras ocasiões, desta vez não houve a divisão ‘por potes’, ou seja, os clubes foram colocados no mesmo recipiente. O Esporte Clube Bahia, após passar por Campinense, Manaus e Vila Nova, vai enfrentar nas oitavas o Atlético-MG, enquanto o Esporte Clube Vitória – após eliminar Águia Negra-MS, Rio Branco-ES e o Internacional – encara outro gaúcho, desta vez o Grêmio, atual vice-campeão do torneio. A Juazeirense, por sua vez, terá como adversário o Santos. O Cancão de Fogo passou por Sport, Volta Redonda e Cruzeiro nas fases anteriores.

 

OS CONFRONTOS DAS OITAVAS:
São Paulo x Vasco
Fluminense x Criciúma
Grêmio x Vitória
CRB x Fortaleza
Flamengo x ABC
Athletico-PR x Atlético-GO
Bahia x Atlético-MG
Juazeirense x Santos

O calendário da CBF prevê que os jogos de ida e volta das oitavas de final da Copa do Brasil sejam realizados entre o final de julho e o começo de agosto. Se isso se confirmar, a divisão deve ser a seguinte: ida (28, 29 e 30 de julho) e volta (4, 5 e 6 de agosto). Além dos confrontos, a confederação também já determinará os mandos de jogos, como tem feito nos últimos sorteios.

Pela primeira vez na história da Copa do Brasil, temos seis times nordestinos nas oitavas de final, três deles baianos. ABC, Bahia, CRB, Fortaleza, Juazeirense e Vitória. O recorde era de cinco representantes nas oitavas, fato que ocorreu em 1992 e 2009.

 

Comentários:

2 Comentário

  1. Considerando que, o Bahia enfrentou somente adversários fracos nas fases anteriores da Copa do Brasil, ainda assim apresentando um futebol pobre e não convincente, dificilmente logrará êxito contra o Gallo.
    A não ser que seja a ou uma das surpresa das oitavas de final, porém para que isso ocorra, terá que ser o Bahia X Atlético Mineiro de 2020, quando aplicou um baita de um 3 X 1, depois de está perdendo o jogo.
    Com HULK em estado de graça e com a qualidade que o Gallo tem, o Bahia de DADO CAVALCANTI, precisa melhorar muito seu futebol insosso, medroso e temeroso, sempre que enfrenta um time grande, mesmo no Estádio de Pituaçu.

  2. O Bahia poderia ter se reforçado em tempo hábil, pois, assim as chances de sucesso contra o Atlético Mineiro, seriam muito maior.
    Más, infelizmente, Bellitani, só contrata quando o time fracassa nas competições tecnicamente e financeiramente.
    O foco principal desta diretoria é o sub23, contrata 50 jogadores no intuito de algum atleta se destacare assim vendê-lo.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*