Treinador do Vila Nova aposta na valentia e raça para vencer o Bahia

O time de Goiânia, inserido na Série B estreou na competição empatando em 1 x 1

O Esporte Clube Bahia, após estrear vencendo o Santos pelo placar de 3 x 0 no Campeonato Brasileiro da Série A, se prepara para enfrentar Vila Nova, agora pela terceira fase da Copa do Brasil. O time de Goiânia, inserido na Série B, estreou na competição empatando em 1 x 1 com o Botafogo dentro de casa. Nesta segunda antes do treino preparativo, o técnico Wagner Lopes falou sobre a partida, elogiou o Bahia e destaca o necessário, para construir uma boa vitória.

 

“A gente sabe a força do Bahia, os jovens talentos, jogadores de força, velocidade e os jogadores experientes. E a gente vem sistematicamente buscando melhorar nosso time em todos os quesitos. É claro que é um jogo tenso, nervoso e precisaremos estar próximos do ‘erro zero’, pra buscar o resultado. Porém, confio muito nos nossos jogadores, na valentia, raça e organização que temos passado. Então, a gente espera fazer um bom jogo e é óbvio que o duelo individual vai ser muito importante, ganhar o um pra um, vai ser muito importante”, analisou Wagner Lopes.

Em 2005, Wagner Lopes conquistou o título da Copa do Brasil pelo Paulista de Jundiaí. Portanto, o comandante colorado sabe os caminhos dessa competição. De acordo com o técnico a preparação para o jogo foi boa e que alguns fatores específicos podem fazer a diferença, para o time sair vitorioso.

“A gente fez uma boa preparação, nossos jogadores sabem o que fazer em cada ponto do campo e em cada situação. É claro que Copa do Brasil é diferente, eu tive a honra e o prazer de ser campeão em 2005 pelo Paulista de Jundiaí. Então, é um campeonato diferente que você estando em um dia feliz e muitas vezes o adversário não está num dia feliz. Então, nem sempre quem joga melhor, vence o jogo”, destacou em entrevista ao site Goiano Sagres.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*