Governo da Bahia se manifesta contra jogos da Copa América em Salvador

"adianto que não há possibilidade de flexibilizar regras para que a Bahia seja sede"

De forma quase inacreditável, a Copa América, depois de ser rejeitada por Colômbia e Argentina, será disputada no Brasil em plena pandemia, mais um ato de desprezo do atual governo com a população brasileira. De acordo com a Conmebol, o Nordeste pode ter algumas cidades-sedes, porém, os governos estaduais começaram a se posicionar. Pelo Twitter, o governador da Bahia, Rui Costa, se manifestou contra a realização de jogos da Copa América com público nos estádios.

 

“Sobre a transferência da Copa América 2021 para o Brasil, adianto que não há possibilidade de flexibilizar regras para que a Bahia seja sede. Seguiremos o mesmo padrão em relação ao futebol. Não será permitido público. Se a exigência é ter público, aqui na Bahia não terá”, afirmou Rui Costa.

O governador de Pernambuco Paulo Câmera também se manifestou no mesmo sentido e vetou jogos pelo torneio no Estado. As jogos serão realizadas as cidades de Brasília, Natal, Manaus e Cuiabá, porém, ainda precisa de confirmação de casa estado. As quatro cidades têm estádios que foram construídos ou reformados para a Copa do Mundo de 2014.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*