Albino Leite espera ver o Atlético campeão baiano pela primeira vez

"É a segunda vez consecutiva que a gente vai à final', destaca o treinador.

Com 51 anos de história, o Atlético de Alagoinhas disputa a final do Campeonato Baiano pela terceira vez. Em 1973, perdeu o título para o Bahia de Evaristo de Macedo, sendo derrotado na final por 2 a 0. No ano passado, chegou novamente à decisão e a conquista bateu na trave. Após dois empates (0 x 0 e 1 x 1), perdeu nos pênaltis por 7 a 6 também para o Bahia. Esse ano, tem como adversário outro Bahia, porém, o de Feira de Santana, que foi campeão em 2011 e busca o bicampeonato. Com duas finais seguidas, o presidente do Atlético destacou o sonho em ver o clube pela primeira vez campeão baiano.

 

“São 51 anos de história. É a segunda vez consecutiva que a gente vai à final (na edição de 2020, a equipe perdeu o título para o Bahia nos pênaltis por 7 a 6). Há uma sensação de euforia tomando conta de toda cidade com esta nova oportunidade. Temos uma equipe com muitos jovens que estão em busca de sonhos”, disse, ao LANCE!.

O treinador Sérgio Araújo também falou sobre a expetativa para a decisão. “Sabemos que é um momento único em uma competição como esta, de uma final entre duas equipes do interior. O Atlético bateu na trave no ano passado, ao perder o título para o Bahia nos pênaltis. Existe muita ansiedade em relação ao jogo de domingo. Trata-se de um jogo que pode entrar para a história do clube. Por isto, a gente está muito mobilizado para sair com o título”, declarou.

 

 

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*