Guto Ferreira pode se isolar como o técnico com mais títulos da Copa do Nordeste

Guto Ferreira foi campeão em 2017 e 2020 e pode repetir o feito em 2020

Como previsto, porém, com uma dose além de dificuldade, o Ceará está nas quartas de final da Copa do Nordeste, com uma campanha até aqui sem derrotas, além de ampliar para o número 21 a sequência de partidas sem perder na competição regional. O time venceu o Sampaio Corrêa hoje à tarde por 3 a 0, na Arena Castelão. Os gols cearenses foram de Bruno Pacheco, Saulo e Felipe Vizeu, todos marcados no segundo tempo. Pelo regulamento, o clube irá enfrentar o Vitória na Arena Castelão, também em jogo único e sem vantagem para nenhuma das equipes, porém, a data e o horário do jogo ainda não foram definidos pela Confederação Brasileira de Futebol.

 

Curiosamente, o Esporte Clube Vitória foi eliminado pelo Ceará quatro vezes em mata-matas de Copa do Nordeste, três pelas quartas de final (2013, 2014 e 2020) e uma vez na semifinal (2015). Em 2019, o carrasco do Rubro-Negro foi o Fortaleza, que venceu pelo placar de 4 x 0 pelas quartas de final, em jogo realizado na Arena Castelão. O Vitória não chegava na semifinal desde 2017, quando foi eliminado pelo Bahia.

A composição da semifinal não registrou qualquer surpresa. Os lidos e vistos como favoritos confirmaram a classificação sem dificuldades adicionais, com destaque em especial para o Esporte Clube Bahia que alcançou o maior placar da rodada ao derrotar o CRB por 4 x 0. O grupo dos 4 comporta quatro campeões da competição que quando somando atingem expressiva marca de 10 títulos. Vitória (4), Bahia (3), Ceará (2) e Fortaleza (1). A competição iniciou com 16 clubes envolvendo nove estados, porém, os jogos das semifinais envolverão somente clubes da Bahia e Ceará, confirmando assim, a supremacia na região e aumentando a rivalidade já existente no Campeonato Brasileiro da Série A, onde todos estão inseridos, exceto o Esporte Clube Vitória, ausente desde de 2018.

A partir do próximo final de semana quando se inicia as decisões, o técnico Guto Ferreira, hoje comandando o Ceará entra em contagem regressiva para se tornar o maior ganhador da competição, superando o técnico Arthurzinho que no seu último trabalho antes de se aposentar comandou o Campo Grande do Rio de Janeiro (2019). Arthurzinho já conquistou a Copa do Nordeste com o Vitória em 1997 e o América do Rio Grande do Nordeste em 1998, enquanto Guto Ferreira levantou o caneco defendendo as cores do Bahia em 2017 e pelo Ceará no ano passado. Além disso, Guto pode se tornar o primeiro treinador a ganhar dois títulos do torneio pelo mesmo clube. Outro aspecto da competição envolvendo o Ceará, é que o time cearense – atual campeão – pode se igualar ao Bahia com dois títulos em sequência. O Esquadrão foi bicampeão seguido em 2001 e 2002.

Comentários:

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*