Dado explica como deve utilizar Thonny Anderson no Bahia

"Não tínhamos uma reposição tão específica na possibilidade de saída de Rodriguinho", disse.

Foto: Bahia

Décimo reforço anunciado pelo Esporte Clube Bahia, emprestado pelo Red Bull Bragantino, o meia Thonny Anderson chegou em Salvador no final de semana assistiu no último sábado ao triunfo tricolor por 4 a 0 sobre o CRB pelas quartas de final da Copa do Nordeste. O jogador chega como mais uma opção para a criação do time comandado por Dado Cavalcanti. O treinador explicou como deve usar o atleta na equipe e frisou que antes da chegada de Thonny, o time não tinha uma peças reposição tão específica para substituir Rodriguinho.

 

“Thonny é um meia, que chega, conseguimos inscrevê-lo nos últimos minutos. É um jogador com a visão de que precisa de um pouco mais de tempo. Não tínhamos uma reposição tão específica na possibilidade de saída de Rodriguinho. Essa é a condição do Thonny. Pode fazer o meia central, o falso nove, só não pode fazer a condição de ponta. Tem boa participação coletiva, bom jogo combinado. Vou fazer questão de mostrar o que é o Bahia, quais nossas regras, nossos valores. Vai precisar treinar muito nesse momento para estar apto a nos ajudar o quanto antes”, disse.

Natural de São Paulo, Thonny Anderson da Silva Carvalho tem 23 anos e foi revelado revelado nas divisões de base do Cruzeiro, onde se profissionalizou em 2017, porém, não teve muitas oportunidades no time principal e foi repassado ao Grêmio, onde o jogador atuou entre 2018 e meados de 2019, disputando 38 jogos e marcando 6 gols. Em 2019, foi emprestado pelo clube gaúcho ao Athletico Paranaense. Foram 27 partidas e 4 gols anotados pelo Furacão. Em 2020, foi contratado pelo Red Bull Bragantino por R$ 13 milhões, mas entrou em campo apenas 16 vezes e não está nos planos do time de Bragança Paulista, inclusive, treinando separado desde dezembro.

 

Comentários:

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*